Polícia para ônibus municipal
que ia à Parada Gay

0
270

Motorista estava com documentação vencida e mesmo assim dirigiu veículo.

 

Mediante o pagamento de R$ 35 por passageiro, um grupo de 45 pessoas usou o transporte da prefeitura para ir a São Paulo, no último domingo (10), a fim de participar da Parada Gay. Parte do pagamento seria feita somente após o retorno Bebedouro. Em Araraquara, a viagem foi interrompida pela Polícia Rodoviária, já que o motorista estava com um de seus documentos vencidos. O grupo precisou esperar por mais de 2h até que outro motorista chegasse ao local para continuar a viagem. Na volta, inexplicavelmente, o motorista que estava irregular dirigiu o veículo até São Carlos, onde parou o ônibus e deu lugar ao segundo motorista. Ele exigiu o restante do pagamento, caso o contrário os passageiros não seriam transportados.

Longa espera – Grupo de Bebedouro esperou em posto outro motorista, com documentação regular, por quase 3h.

 

(…)

Leia mais na edição n° 9412, dos dias 14 e 15 de junho de 2012.