População de psilídeos aumenta até 5 vezes na região Sudoeste do Estado de São Paulo

0
213

Os dados registram uma explosão na população do transmissor do greening, a pior doença da citricultura. 

O Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura) informou que a população de psilídios aumentou até cinco vezes. O levantamento foi feito por meio de parceria com os produtores de citros das regiões de Avaré e Santa Cruz do Rio Pardo, que forneceram o número de psilídeos capturados. As regiões registraram nos meses de agosto e setembro, uma explosão na população de psilídeos Diaphorinacitri, transmissor do greening, a pior doença da citricultura.

 

(…)
Leia mais na edição n° 9465, dos dias 20, 21 e 22 de outubro de 2012.