Prefeitura quer pagar diretamente médicos da OS

0
337

Medida deve contornar constantes atrasos de salários dos profissionais até que aconteça nova licitação.

Para evitar risco de paralisação no atendimento do Pronto Socorro do Hospital Municipal, os Deptos. de Saúde e Jurídico, buscam alternativa legal para efetuar pagamento diretamente aos médicos contratados pela OSSE Revolução, empresa de Organização Social que tem atrasado constantemente o salário dos profissionais. Empresa teria também atrasado salários de médicos em Lorena (SP). A medida será temporária até a realização de concorrência pública para contratar nova empresa que deve responsabilizar-se também pela gestão hospitalar.

Pronto Atendimento – Saúde busca alternativa para não prejudicar o atendimento à população, no Hospital Municipal.

(…)

Leia mais na edição nº 9559 dos dias 15, 16 e 17 de junho de 2013.