Projeto ‘Água Viva’ é oficialmente lançado

0
190

As próximas etapas são elaboração do edital e abertura de processo licitatório. 

Foi lançado na tarde de segunda-feira (27), o projeto ‘Água Viva’ que tem como objetivo desenvolver ações de preservação e recuperação dos córregos do Retiro e da Consulta, e a Bacia Hidrográfica do Baixo Pardo Grande, usadas como mananciais de abastecimento.
Na cerimônia, o prefeito Fernando Galvão (DEM) ressaltou que a importância da conservação e recuperação das nascentes e florestas ficou mais evidente após a crise hídrica, em 2014. “Quem diria que um dia uma cidade chamada Bebedouro, fosse ser obrigada a fazer racionamento. O projeto já identificou novas nascentes e promoverá mapeamento, manutenção e preservação para melhorias na qualidade e na quantidade de água distribuída para os bebedourenses”.
O diretor do Saaeb (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Gilmar Feltrim, explica que o convênio de R$ 265 mil, assinado com o Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos), será utilizado na compra de equipamentos. “O próximo passo é elaborar o edital, abrir a licitação, para darmos sequência ao projeto. O custo da mão de obra será todo do Saaeb”, diz e continua: “Este projeto foi apresentado em 2014, quando passávamos por uma das piores secas do Estado de São Paulo. Abraçamos o projeto que é pioneiro e servirá de exemplo a outras cidades. Aqui a gente não conversa, a gente trabalha”, enfatiza.
A solenidade contou com a presença de Claudio Daher, engenheiro responsável pelo escritório de apoio do DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica) de São Paulo; e dos representantes da Patrulha Ecológica e ONG Germinar, João Gandra, o Janjão, e Alessandra e Alessandro Ribeiro.

Publicado na edição nº 10002, de 28 e 29 de junho de 2016.