São 73 casos positivos e mais duas mortes em Bebedouro

Dos quatro óbitos confirmados, três foram registradas em Barretos e uma no Hospital Municipal.

0
321

Com quatro novos casos em dois dias, Bebedouro soma 73 pacientes positivos com Covid-19, de acordo com levantamento da Vigilância Epidemiológica, computado até o início da tarde de sexta (12). Dentre os pacientes confirmados com o vírus, 56 são de Bebedouro e 17, moradores da microrregião, atendidos em hospitais da cidade.

Até quarta (10), eram 69 pacientes com a doença. Em uma semana, de 5 a 12,  dez novos casos foram confirmados.

Em dois dias, os óbitos na cidade dobraram. De dois, passaram para quatro vítimas da Covid-19 em Bebedouro. Os dois primeiros casos, registrados em maio, eram vítimas de câncer, em tratamento em Barretos, onde contraíram Covid-19 e foram a óbito.

A terceira vítima é idoso de 82 anos, residente no Lar do Idoso e com histórico de problemas de saúde. Segundo a Vigilância Epidemiológica, ele contraiu o vírus em Bebedouro, e estava internado em Barretos, onde faleceu na quinta-feira (11). Na madrugada de sexta (12), deu entrada na UPA 24h com parada cardiorrespiratória, homem de 79 anos, com quadro cardíaco grave e outras comorbidades. O paciente há havia recebido diagnóstico positivo para Covid-19 e faleceu no Hospital Municipal. É o primeiro óbito registrado em hospital de Bebedouro.

Os casos que receberam diagnóstico negativo para o novo coronavírus subiram para 236, sendo 185 de Bebedouro e 51 da região. Outras 16 pessoas aguardam resultados, 13 bebedourenses e três da microrregião.

Há cinco bebedourenses em internações graves, sendo três na UTI da Unimed e dois em Barretos. Bebedouro soma também cinco pacientes em enfermarias, três no Hospital Municipal e dois na Unimed. Dois pacientes receberam alta da enfermaria da Unimed.


Índice de isolamento

O Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente), que contabiliza o índice de isolamento das cidades paulistas com população acima de 70 mil habitantes, aponta que o isolamento em Bebedouro, na quinta (11), se manteve longe do índice ideal de 70% apontado pelo Governo de SP e a cidade não consta entre as 20 melhores do estado.

O último levantamento divulgado pela Gazeta, na edição de quinta (11), mostrava que, na segunda (8), a taxa de isolamento estava em 48% e na terça (9), sofreu leve queda, passando para 47%. Na quarta (10), o índice seguiu em 47% e na quinta (11), subiu para 49%.


Novas medidas

Na sexta (12), foi o primeiro dia de vigência das medidas mais rigorosas adotadas ao comércio bebedourense, após o anúncio do prefeito Fernando Galvão, que voltou a restringir ações, para evitar aumento da contaminação da Covid-19. Com o Dia dos Namorados, as ruas centrais do comércio estavam agitadas, especialmente em lojas de chocolate, jóias e perfumarias.

Movimentado – Mesmo com as medidas mais restritivas anunciadas pelo prefeito, na quarta (10), houve alta movimentação nas ruas do comércio, na sexta (12), com as compras do Dia dos Namorados. (Gazeta)

Em entrevista a RB FM, na manhã de sexta (12), o prefeito pediu a colaboração da população em seguir as medidas sanitárias impostas, especialmente o uso de máscaras, que é obrigatório na cidade. “Máscaras não são para serem carregadas nas mãos ou usadas no queixo. Tenhamos responsabilidade com o próximo. Agentes de saúde estão nas ruas centrais aferindo temperatura e oferecendo máscaras a quem não tem, mas cabe à consciência de cada um proteger-se e, em caso de sintomas, como febre, o melhor a se fazer é ficar em casa”, disse o prefeito.

Com firmeza, Galvão acrescentou: “Acham que é preciso o prefeito pedir, todos os dias, para que a população se proteja? Os cuidados com o vírus devem partir de todos, mas se preciso for, continuarei repetindo 24 horas por dia, até que todos compreendam a gravidade da pandemia que estamos vivendo”.