Ser escutado é ato revolucionário, diz Lucas

“Prefiro ter uma vida interessante a uma vida feliz”

0
177
Dando sentido – O psicólogo Lucas Simões Sessa afirma que a vida precisa valer a pena e ser interessante. (Foto: Luciano Simões Sessa)

Desde o início da pandemia, a página mais lida e esperada pelos nossos leitores, o Gente, está suspensa, por falta do contato presencial com nossos entrevistados, que é o conceito da página. Porém, com o uso da tecnologia, neste final de semana, conseguimos preparar esta entrevista com bastante êxito.
Com visão esperançosa e renovadora, o jovem bebedourense de coração e graduado em psicologia Lucas Simões Sessa contou sua experiência trazendo ânimo novo para seguir neste momento. Infectado pela Covid-19, Lucas também falou sobre o assunto. Acompanhe.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

 

Publicado na edição nº 10489, de 30 de maio a 2 de junho de 2020.