Sino e relógio da Matriz voltam a funcionar

0
237

Já se ouve na cidade, novamente, o som do sino da Matriz de São João Batista. Mas ele é eletrônico. No Campanário da Matriz existem três históricos sinos com as respectivas datas de 1887, 1895 e 1928, o mais antigo está rachado e quando isso acontece o som original fica modificado. Não existe conserto para este tipo de problema, portanto eles permanecem reservados cuidadosamente e serão acionados em momentos especiais. O sino eletrônico toca diariamente às 8h, às 12h, às 18h e às 22h. Meia hora e quinze minutos antes das Missas ele também é acionado. Cada momento com um toque específico.
O relógio ganhou um “cérebro eletrônico”, que comanda todas as suas atividades, o sistema moderno dispensa o uso da corda e o acionamento mecânico. Quando faltar energia, o relógio para, mas quando a energia é restabelecida o relógio acerta os ponteiros automaticamente. O sistema eletrônico também regula as batidas de forma que elas aconteçam nas horas inteiras e nas meia-horas, das 8h às 22h. Os investimentos aproximaram-se dos R$ 25 mil. “Num primeiro momento, parecem altos mas, considerando o custo-benefício, estão dentro dos padrões do serviço realizado. A empresa responsável, Dynavox, de Vila Velha (ES), é a única autorizada no Brasil a elaborar projetos e comercializar os equipamentos da empresa italiana Belltron, que é mundialmente conhecida e referendada no segmento religioso. Os equipamentos foram todos importados da Itália”, explica o pároco Pe.Marcelo Cervi. Bastante feliz com o investimento, ele deixa uma mensagem à comunidade bebedourense. “Todas as vezes que enxergarmos as horas no relógio da Igreja Mãe de Bebedouro, pensemos que as horas passam, a vida é ligeira, o tempo é curto e que é melhor aproveitá-lo para fazer o bem. Todas as vezes que escutarmos o som dos sinos, elevemos o coração para Deus. Será sempre Deus a nos chamar: para rezar, para trabalhar, para descansar…”, aconselha.

 

Publicado na edição n° 9432, dos dias 2 e 3 de agosto de 2012.