Sobem para 123 os casos de Covid-19 em Bebedouro

Isolamento da cidade cai para 48% e taxa de contaminação por habitante aumenta para 1,6/mil.

0
224

Com mais quatro casos confirmados, já são 123 os pacientes com diagnóstico positivo do novo coronavírus em Bebedouro, computados até a tarde de quinta-feira (25). Os novos casos são de bebedourenses.

Até terça (23), a cidade registrava 119 confirmações, que passaram para 123, na quinta (25). Destes, 100 são de Bebedouro e 23 de pacientes da região, diagnosticados em hospitais particulares e públicos de Bebedouro. Do total, 62 já estão recuperados da doença.

A taxa de contaminação por habitante mostra que Bebedouro tem 1,6 pessoa com Covid-19 para cada mil habitantes.

Os óbitos cresceram para seis, de acordo com boletim da Vigilância Epidemiológica. A morte mais recente, notificada na quinta (25), é de idosa, 94, com quadro clínico de problemas renais e cardiopatia, agravados pela Covid-19.

Do total, quatro foram registrados em hospitais de outras cidades, sendo três em Barretos e um na capital paulista; outros dois faleceram em hospitais de Bebedouro, sendo um no Hospital Municipal e outro na Unimed.

Os casos descartados para o novo coronavírus subiram para 327, sendo 270 de Bebedouro e 57 da região. Outras 16 pessoas aguardam resultados, 12 bebedourenses e quatro moradores da microrregião. Estes valores somam o montante de 466 notificações, registradas desde os primeiros casos suspeitos, em 17 de março.

Há cinco bebedourenses internados em estado grave, sendo três na UTI da Unimed e dois em hospitais da região. A cidade soma também cinco pacientes na enfermaria da Unimed e quatro no Hospital Municipal, totalizando nove internações leves.

 

Índice de isolamento

O Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente), que contabiliza o índice de isolamento das cidades paulistas com população acima de 70 mil habitantes, aponta que o isolamento de Bebedouro segue abaixo da média ideal, porém, aumentou o suficiente para recolocar a cidade no ranking das melhores do estado.

O último levantamento divulgado pela Gazeta, apontava na segunda-feira (22), que a taxa era de 50%, valor que manteve-se na terça (23), mas sofreu leve queda, no feriado de quarta (24), Dia do Padroeiro, passando para 48%.

Bebedouro segue cm maior índice dentre as cidades acompanhadas pela Gazeta, seguida de Sertãozinho (47%), Ribeirão Preto (45%), Jaboticabal (44%), São José do Rio Preto (43%), Matão (42%) e Barretos (40%).