Transporte e alimentação não podem ser fornecidos pela prefeitura à Inter, diz MP

0
147

A medida só vale para o time profissional. Para as categorias de base a Promotoria não vê problemas. 

O promotor Herbert Oliveira reuniu-se na manhã de quinta-feira (10), com o presidente da Inter de Bebedouro, Antonio Minholo, o Filó, e o diretor do Depto. de Esportes, Cesar Michelon, para esclarecer o que a prefeitura pode fazer, legalmente, pelo clube.
“Na opinião do Ministério Público não há problema (em ajudar o clube), em relação à estrutura física, e há problemas em relação ao fornecimento de transporte e alimentação para o time profissional”.
Segundo o promotor, não existe empecilho legal em ajudar as categorias de base, consideradas esporte armador e atividades relacionadas como fundo social. “Esporte sem fins lucrativos é uma medida que o Estado tem de promover, a prática esportiva”.
A permissão do uso do estádio Sócrates Stamato, do alojamento e da sede do clube na Feccib velha, segundo o promotor, são permitidos porque o clube realiza trabalhos com a categoria de base. “Podemos dizer que a Internacional é mais voltada para o esporte armador, do que para o profissional”.
Sobre o transporte do time profissional, o promotor explica que a administração não pode fornecer veículo vinculado à Educação, que só pode ser utilizado para fins escolares, “porém, se houver algum veículo do Depto. de Esporte, a prefeitura pode conceder o veículo”.