Valdecir Palhares lança CD na Estação Cultura

0
486

O CD intitulado ‘Saudades de Bebedouro’ compõe agora, o acervo do Patrimônio Histórico e Cultural da cidade. 

Abrindo as festividades do aniversário de Bebedouro, foi lançado na noite de sábado (27), na Estação Cultura, o CD ‘Saudades de Bebedouro’, do bebedourense Valdecir Palhares, radicado em Belém, no Pará.
O poema de 140 versos virou um CD de 20 canções que relatam as saudades das maravilhas do seu tempo. “Estou muito honrado e feliz. É trabalho de 15 anos que resolvemos musicar. É um processo que hoje, dou como concluído”, comemora Valdeci Palhares, contando que foi incentivado por sua esposa e por sua mãe, hoje com 94 anos, a escrever sobre sua cidade natal. “Elas reclamavam que eu só falava e escrevia sobre cooperativismo. Então, comecei a escrever sobre Bebedouro. Apesar de estar longe, não esqueço da cidade onde nasci. De acordo com cada tema fizemos canções com a ajuda dos músicos paraenses que criaram os mais variados ritmos. Nas canções falo da Estação Cultura, da Gazeta de Bebedouro e da Rádio Bebedouro, no tema comunicação”.
Na cerimônia, as músicas foram apresentadas pelos corais ‘Maestro Pedro Pellgrino’ ‘Coral Médicos de Almas’ ‘ Schola Cantorum’ e também interpretadas por Lucas Serem, Nei, Paulinho da Viola e Luciana Güdel.
Ao final do evento, o prefeito Fernando Galvão (DEM) contou que o CD intitulado ‘Saudades de Bebedouro’ pertenceria ao acervo do Patrimônio Histórico e Cultural da cidade. “Valdecir Palhares deu um presente para Bebedouro, coincidentemente, abrindo as festividades do aniversário da cidade, e lançando-o num momento em que estamos vivendo uma nova etapa. Em seus versos, ele retrata o amor por Bebedouro e por ser bebedourense. Vamos seguir o exemplo, vamos amar Bebedouro”, sugere o prefeito, que ganhou um livro de Palhares, sobre a história da ferrovia.

Prestigiando – Amigos e familiares, prestigiam Valdecir Palhares que lança o CD ‘Saudades de Bebedouro’.

 

Mundo em transformação

Faça chuva ou faça sol
Falando de modo informal
No jogo de futebol
Temos o internacional

Nos laranjais a cultura
A agricultura atesta
A força da citricultura
A cada dois anos na festa

Notícia boa ou de agouro
Do mundo em transformação
Tinha a Rádio Bebedouro
Cines Rio Branco e São João

Até de gente proscrita
Informes que tiram o couro
Falo da imprensa escrita
Gazeta de Bebedouro

(…)

Leia mais na edição nº 9541 30 de abril e 1º de maio de 2013