A economia de SP é solução para o Brasil

João Dória

0
37

A economia de São Paulo está em um novo ciclo virtuoso. Os dados consolidados entre janeiro e junho de 2021 são cris­talinos. Temos o maior crescimento nominal do PIB paulista em quase 50 anos, com aumento previsto de 7,8% no ano, acima da estimativa do FMI de 6% para a média mundial.

Pelo terceiro ano seguido, a economia paulista cresce mais que a média brasileira. Em 2020, São Paulo cresceu 0,4%, ante perda de 4,1% registrada no Brasil. Temos 500 mil novos empregos com carteira assinada no primeiro semestre, 31,8% do total do país, com possibilidade de chegar a um milhão de vagas formais até dezembro.

O novo ciclo é possível porque o Governo do Estado ban­cou reformas estruturais e respeitou a responsabilidade fiscal. Adotou medidas liberais para atrair empresas e investimen­tos. Implementou concessões e privatizações que garantiram mais de R$ 30 bilhões em nove projetos já efetivados.

São Paulo também ampliou cursos técnicos e profissiona­lizantes para conectar a escola ao mercado de trabalho. Agiu contra a pandemia e desenvolveu vacinas para ajudar o Brasil a vencer o vírus. Tomou atitudes com transparência, respeito, ética e segurança jurídica, assegurando confiança no futuro.

Agora, São Paulo colhe os frutos. O Estado tem hoje obras como a Linha 6-Laranja do Metrô, sob investimento de R$ 15 bilhões, e a maior concessão rodoviária do Brasil, o lote Piracicaba-Panorama, com mais R$ 14 bilhões em 1.273 qui­lômetros de estradas e geração de 7 mil empregos. E 25 mil empregos estão sendo gerados pelo programa Novas Vicinais, com mais de 3 mil quilômetros de obras em 297 estradas.

O maior programa ambiental em curso no Brasil é a des­poluição do Rio Pinheiros, um investimento de R$ 2,5 bilhões do Estado e mais R$ 1,5 bilhão da iniciativa privada. Mais de 4 mil empregos gerados e 62% das 500 mil ligações à rede de saneamento já realizadas.

Desde o início de nossa gestão, São Paulo bate recordes em investimentos empresariais. A fábrica da Bracell em Len­çóis Paulista, vai receber R$ 8 bilhões e gerar 7,5 mil novos empregos.

A Cargill, em Bebedouro, outros R$ 550 milhões. O Mercado Livre anunciou aporte de R$ 4 bilhões em sua plataforma de comércio eletrônico, com 5 mil empregos diretos apenas em 2021. E a Equinor, da Noruega, terá R$ 43 bilhões para explorar óleo e gás em Santos, com pelo menos 3 mil postos de trabalho.

Os resultados de São Paulo se devem a planejamento, competência, trabalho coordenado e metas claras. São prin­cípios que precisam transpor as divisas estaduais para que o Brasil retome seu caminho de potência econômica com de­mocracia, geração de empregos, serviços públicos de qualida­de, proteção social, empreendedorismo, inovação tecnológica e respeito ao meio ambiente.

(Colaboração de João Dória, governador do Estado de São Paulo).

Publicado na edição 10.604, de 25 a 27 de agosto de 2021.