‘Além da Ilha’ une comédia e mistério no GloboPlay

0
281
Comédia e mistério - Paulo Gustavo vive Beto, protagonista da série 'Além da Ilha', disponível apenas no GloboPlay. (Divulgação/Rede Globo)

A plataforma digital da Globo, GloboPlay, estreou nas últimas semanas, nova série protagonizada por Paulo Gustavo. ‘Além da Ilha’ tem proposta de um dia ser exibido na televisão aberta, ou no canal pago Multishow. A nova aposta traz ao telespectador, comédia e mistério, dois elementos difíceis de unir, mas que pode dar certo quando colocados em prática por bons profissionais.
A série começa com cinco amigos, Beto (Paulo Gustavo), Sheila (Monique Alfradique), Guta (Katiúscia Canoro), Bia (Letícia Lima) e Cardoso (Gabriel Godoy), em alto mar, curtindo a vida em um barco de luxo, após ficarem milionários. Um a um, eles se jogam ao mar para se divertir e esquecem de baixar a escada que os traria de volta ao barco. Resultado, os cinco ficam à deriva e acabam nadando até uma ilha.
E assim, o mistério entra na história. Perdidos, eles encontram Theodoro (André Mattos), dono da ilha que vende o local para Beto, que juntamente com os amigos, resolvem construir, no local, um resort de mistério, o Mistery Island. No entanto, Theodoro continua na ilha, com a finalidade de auxiliar Beto e seus amigos a recepcionarem os primeiros hóspedes e apresentar o local.
Misterioso, Theorodo fala com alguém ao telefone em várias cenas. Coisas estranhas começam a acontecer. Os hóspedes, submetidos a varias aventuras para encontrarem partes de um mapa que os levam ao tesouro da ilha, somem aos poucos, o que causa desespero dos protagonistas.
Essa forma de mistério inserida na trama é fundamental para explorar outras facetas dos atores. Até então, o público está acostumado a ver séries, filmes e novelas, onde os cinco protagonistas aparecem fazendo comédia e nada mais que isso. Claro que, ‘Além da Ilha’ é muito mais comédia que suspense, mas, nas cenas misteriosas, é notória a mudança de expressão e fica claro que há algo novo no ar. Colocar comediantes consagrados para mesclar, num mesmo trabalho, dois tons diferentes de atuação, é pouco usual.
Até Paulo Gustavo, com sua voz marcante, consegue estar diferente no papel. Para quem se divertia com Katiúscia Canoro interpretando a inesquecível Lady Kate no ‘Zorra Total’, fica nítida a mudança da atriz e seu crescimento. Vale lembrar que a atriz já havia desempenhado papel cômico com ares de drama no longa-metragem ‘To Ryca’, protagonizado por Samantha Schmutz.
Gabriel Godoy, que despontou ao interpretar Leozinho na novela ‘Haja Coração’, em 2016, aparece muito bem na série. O tom cômico do ator agrada e o estilo inocente do personagem deixa tudo mais realista e divertido. A parceria dele, em cena, com Letícia Lima, lembrada por sua atuação em ‘A Regra do Jogo’, em 2015 e também no seriado ‘Vai que Cola’, do Multishow, é bonita de se ver. É agradável ver dois atores na mesma sintonia em cena.
É necessário ressaltar que, a mistura de comédia e mistério, não apresenta uma série que proporcione ao telespectador pensar e martelar a cabeça atrás de pistas, tampouco proporciona crises de riso em momentos dos personagens. A graça está na simplicidade e na inserção do mistério leve, para quem busca algo distração.
Outro diferencial da trama é a narração. Paulo Gustavo ajuda o telespectador a entender o contexto, apresentando os personagens coadjuvantes e explicando alguns pontos da história, enquanto as ações acontecem. Isso facilita o entendimento e permite maior proximidade do personagem central.
Com 10 episódios, ‘Além da Ilha’ é a escolha perfeita para quem quer algo bom, que distraia e prenda a atenção ao mesmo tempo. O texto é leve, de fácil compreensão, não exige muito de quem assiste, e isso não atrapalha, pelo contrário, ajuda a relaxar e apreciar uma obra de alta qualidade. Os episódios são curtos e para quem gosta de maratonar, a recomendação é perfeita.

(…)

Publicado na edição nº 10317, de 29 e 30 de setembro e 1º de outubro de 2018.