Assinaturas

0
67
As queridas Renata e Laura Fachine, mãe e filha.

 

Febre nos últimos anos, e conquistando cada vez mais adeptos, os clubes de assinatura estão ganhando cada vez mais espaço no Brasil. De acordo com os dados divulgados pela empresa de tecnologia e e-commerce, Betalabs, o faturamento dos clubes de assinatura registrou crescimento de 18% entre janeiro e setembro de 2021. Aproximadamente dois mil novos clubes foram lançados, tanto por empresas que foram criadas nesse ano como por empresas veteranas no mercado que decidiram explorar esse segmento.

Atualmente é possível encontrar diferentes clubes de assinatura de diversos segmentos, como aqueles especializados em bebidas. Essa categoria ocupa a segunda posição na preferência do consumidor (19% do total de clubes de assinatura), perdendo apenas para os livros (26%). O crescimento desse segmento no país pode ser justificado pela mudança de comportamento dos brasileiros por conta da pandemia, já que muitos descobriram as vantagens e a comodidade das lojas virtuais. Atualmente, o clube de cachaças possui mais de 1.200 membros. São mais de 2.000 rótulos de bebidas produzidas artesanalmente em alambiques das principais regiões produtoras do Brasil. Para uma melhor experiência sensorial, os assinantes recebem rótulos de diferentes regiões como Alagoas, Pernambuco, São Paulo e Minas Gerais, todos selecionados por cachaça-hunters.  A expectativa é que a Cachaçaria Nacional e o ClubeCN encerrem o ano de 2021 com faturamento de oito milhões e 70% de crescimento em comparação ao ano de 2020.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

Publicado na edição 10.624, de 13 a 19 de novembro de 2021.