Atlas da Violência indica aumento dos homicídios de pessoas negras

Enquanto a taxa de homicídio a cada 100 mil habitantes foi de 13,9 casos entre não negros, a atingida entre negros chegou a 37,8.

0
72

Entre 2008 e 2018, os casos de homicídio de pessoas negras aumentaram 11,5% no Brasil. Ao mesmo tempo, em uma década, período avaliado, a taxa entre não negros (brancos, amarelos e indígenas) recuou 12,9%, de acordo com o Atlas da Violência 2020, produzido pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado no final do mês passado.

Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

 

Publicado na edição nº 10516, de 5 a 11 de setembro de 2020.