Bebedouro perde Ângelo Hilário Toller

Natural da cidade, Hilário, como era conhecido, faleceu em casa no domingo (28).

0
81
(Gazeta)

No domingo (28), Bebedouro despediu-se de Ângelo Toller, 89. Filho do patriarca Augusto Toller e Maria Rachella Toller, Hilário, como era conhecido, faleceu em casa, devido a problemas de saúde ocasionados pela idade.
Caçula de 11 filhos, Hilário recebeu a equipe da Gazeta há três anos para contar um pouco da história de sua vida construída em Bebedouro. Formado em Contabilidade, foi pioneiro na venda de veículos na cidade. Sempre animado e de bem com a vida, era apaixonado pela esposa Roselys Maria de Moraes Toller, falecida em decorrência de um infarto. “Sinto muito a falta dela, fazíamos tudo um pelo outro. Ela brigava comigo, pois dizia que antes de casar, eu era muito mulherengo, éramos muito apegados. Se necessário, buscaria a Lua para ela”. “E ela para ele” (completou o filho), dizia sr. Hilário na época, em entrevista a Gazeta.
Hilário deixa os filhos Therezinha Maria, João Augusto, Fernando e Ana Elisa, netos e bisnetos. “Foi um grande homem, pai e exemplo de profissional correto. Foi meu melhor amigo”, emociona-se o filho João Augusto ao referir-se ao pai. “É apenas isto que consigo dizer neste momento”, declara em lágrimas.
Ângelo Hilário Toller teve seu corpo sepultado às 17h30 de domingo (28), no Cemitério Municipal de São João Batista. A Gazeta presta condolências à família.

Publicado na edição de nº 10414, de 31 de julho e 1º e 2 de agosto de 2019.