Bebedouro registra mais sete óbitos pela Covid-19

Hospital Estadual ainda aguarda abertura de mais 10 leitos de UTI, para amenizar a fila de pacientes no Municipal e na UPA 24 horas.

0
42

Bebedouro tem 4.457 pessoas infectadas pela Covid-19 desde o início da pandemia, em março do ano passado. Deste montante, 612 moram em cidades da microrregião, mas foram diagnosticadas em hospitais locais, segundo boletim epidemiológico de terça-feira (20).

O levantamento aponta ainda que 4.238 pacientes já estão recuperados do vírus (3.628 de Bebedouro e 610 da região) e 92 pessoas estão infectadas, cumprindo isolamento domiciliar. Sob suspeita da doença há 39 pacientes, que aguardam resultados de exames laboratoriais.

Os óbitos em decorrência da Covid-19 saltaram para 127, com sete mortes em cinco dias. Cinco delas foram inseridas no boletim de segunda-feira (19), referentes a falecimentos ocorridos entre sexta-feira (16) e domingo (18), sendo três mulheres (68, internada no Hospital Estadual, com hipertensão e diabetes; 72, também no Estadual; 70, na UPA 24horas) e dois homens (73, internado no Hospital Municipal; e 69, que faleceu no Hospital Nossa Senhora, em Barretos). Na terça-feira (20), mais duas mortes foram registradas: homem, 78, internado no Hospital Municipal; e homem, 45, na UPA 24horas, com hipertensão, diabetes, resultando em infarto no paciente.

No Hospital Estadual, a ocupação de leitos segue em 100%, com 20 pacientes em estado grave. Na Unimed, nove dos 11 leitos também estão ocupados, indicando 81,82% de ocupação. Há ainda cinco internados graves na UCE (Unidade de Cuidados Especiais) do Hospital Municipal Julia Pinto Caldeira, um paciente na UPA e outros seis bebedourenses em UTI de Barretos.
Nas enfermarias de hospitais da cidade são 20 doentes no Hospital Estadual, 100% ocupados, oito no Municipal, três na UPA e 20 na Unimed. Todos estes ainda não constam do total de infectados.

Isolamento

Segundo o Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo), Bebedouro segue entre as cidades com maior índice de isolamento social em todo o Estado. No domingo (18), o município registrou 59% de isolamento ficando na quarta posição no ranking dos municípios do governo estadual; na segunda (19), a cidade caiu para 50%, sétimo lugar no ranking.

Na segunda (19), Sertãozinho ocupou o segundo lugar em isolamento na região com 43%; seguido por Ribeirão Preto e Jaboticabal, com 41%; Matão com 40%; São José do Rio Preto, com 38%; Barretos é o último município da lista, com 37% de isolamento.

Novos leitos

Bebedouro ainda aguarda a abertura de mais 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), no Hospital Estadual.

Em nota, a Fundação Pio XII, gestora do Hospital Estadual de Bebedouro, desde agosto de 2020, quando foi credenciado para atender pacientes com Covid-19, afirma que já enviou toda documentação necessária à Secretária Estadual de Saúde para a abertura de 10 novos leitos de UTI no hospital. “Estamos no aguardo da checagem desta documentação e da publicação no Diário Oficial”, afirma Rafael Ferrari, médico intensivista coordenador da UTI do Hospital Estadual.

O governo estadual autorizou a abertura de mais 21 leitos de UTI na DRS-5 (Diretoria Regional de Saúde) de Barretos. Na quarta-feira (14), em publicação no Diário Oficial da União, foi autorizada a instalação de mais 16 leitos de UTI no Hospital Nossa Senhora de Barretos, que faz parte do complexo de saúde do Hospital de Amor. Estes leitos integram a expansão dos 26, anunciados em janeiro, pelo secretário Estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, após pedido do deputado federal, Geninho Zuliani (DEM), dos prefeitos de Bebedouro e Barretos, Lucas Seren e Paula Lemos, e do secretário-executivo do Codevar (Consórcio de Desenvolvimento do Vale do Rio Grande), Victor Borges.
Na edição de segunda-feira (20), o Diário Oficial da União publicou autorização à Santa Casa de Olímpia para abrir mais cinco leitos de UTI.

Decreto

O decreto municipal, n.º. 14.693, vigente de 19 a 30 de abril, autoriza atividades presenciais e com ingresso no interior dos estabelecimentos de comércio e serviços em geral; escritórios de profissionais liberais, autônomos e prestadores de serviços; shopping center, galerias, comércios em mercados, além de igrejas e templos religiosos, respeitando a limitação de 25% da capacidade de atendimento de cada local. Com adoção de medidas sanitárias, os estabelecimentos podem funcionar até 22h, quando as atividades devem obrigatoriamente ser encerradas.

Ainda de acordo com a Prefeitura de Bebedouro, de 24 a 30 de abril, atividades comerciais podem funcionar das 9h às 19h; shopping, das 10h às 22h; restaurantes e similares (lanchonetes, casas de sucos, bares com função de restaurante) e foodtrucks até às 22h; e para as academias, o horário será das 6h às 22h. Todos os estabelecimentos devem atender até 25% de sua capacidade e com limite máximo de quatro pessoas por mesa.
Eventos em casas noturnas, edículas, chácaras, clubes, buffets, além de reuniões de pessoas em qualquer lugar, em praças, parques e vias públicas estão proibidos.

Para evitar aglomerações, a restrição de circulação de pessoas está mantida, porém entre às 22h30 e 5h da manhã, seguindo a flexibilização de funcionamento para área de serviços, a partir de sábado (24).

As ações de fiscalização do GEI (Grupo Estratégico de Isolamento) estão mantidas, com a função de promover o monitoramento constante das pessoas que tiveram resultado positivo para o novo coronavirus. O descumprimento destas determinações, por pessoas físicas, implica em multa de 10 (dez) UFMs (unidade fiscal municipal), equivalente a R$ 1.095 (um mil e noventa e cinco reais), enquanto por empresas, estabelecimentos comerciais e pessoas jurídicas, a multa é de 100 (cem) UFMs, equivalente a R$ 10.950.

Publicado na edição 10.572 de 21 a 23 de abril de 2021.