Bebedouro tem 1.621 infectados pelo novo coronavírus, aponta boletim

Dados da Vigilância Epidemiológica mostram que maioria dos infectados tem entre 30 e 39 anos.

0
18

O boletim epidemiológico de terça-feira (10), mostra que Bebedouro soma 1.621 pessoas infectadas por Covid-19, desde março deste ano, sendo que 1.422 residem em Bebedouro e 199 são moradores da microrregião.
Do total de contaminados, 11 estão em isolamento domiciliar, apresentando sintomas da Covid-19: nove de Bebedouro e dois da região. Há ainda 1.564 pacientes já recuperados da doença (96,4% do total), sendo 1.367 bebedourenses e 197 moradores de municípios da região.
O número de vítimas fatais da Covid-19 segue em 46 desde quinta-feira (5). No total, 27 pessoas morreram em hospitais locais e 19 em unidades de saúde de outras cidades.
O boletim aponta que há nove bebedourenses em UTIs, em tratamento da Covid-19, oito em hospitais de Bebedouro e um em Barretos, além de outros quatro infectados em enfermarias da cidade, com sintomas leves. Todos estes não constam do total de infectados.

Letalidade e média móvel
O índice de isolamento de Bebedouro estava em 47% na sexta-feira (6), segundo o Simi-SP. No sábado (7), o índice subiu para 52%, no domingo (8), para 58%, estabelecendo-se como o mais alto do estado, posição que manteve também na segunda (9), com 49%.
A média móvel de casos em Bebedouro, aponta que a cidade registrou oito novos infectados ao dia pela Covid-19, nos últimos sete dias.

Panorama da Covid-19 em Bebedouro
A Gazeta teve acesso aos dados da Prefeitura de Bebedouro, compilados pela coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, que informam a predominância de casos confirmados do novo coronavírus por idade, sexo e local de residência.
Os dados analisados até segunda-feira (9), quando Bebedouro somava 1.417 casos, apenas com moradores da cidade, mostram que 57% dos infectados são mulheres (812) enquanto os homens ocupam 43% desta equação (605 casos).
A principal faixa etária entre os contaminados pela Covid-19, são adultos de 30 a 39 anos (24,2%), seguidos de pacientes entre 40 e 49 anos (20,1%), jovens de 18 a 29 anos (17,4%), de 50 a 59 anos (16,5%), de 60 a 69 anos (9,17%), 70 a 89 anos (6,77%), de 10 a 17 anos (2,47%), de 0 a 9 anos (2,18%) e idosos acima de 90 anos (0,98%).
O relatório aponta também que a Covid-19 está espalhada por toda cidade, com casos registrados em 88 bairros. O ranking das 15 localidades com maior incidência de casos tem o Centro no topo, como epicentro de contaminações na cidade, com 208 casos do total, representando 14,6%.
Na sequência estão: Parque Residencial Eldorado e Jardim Menino Deus, com 59 casos cada (4,16%); Jardim Cláudia, com 56 infectados (3,95%); Chácaras Parati e Jardim Centenário, com 54 cada (3,81%); Residencial Santaella, com 52 (3,66%); Alvorada, com 51 (3,59%); Tropical, com 40 (2,82%); Pedro Maia e Residencial Bebedouro com 39 cada (2,75%); Rassim Dib, com 36 (2,54%), Jardim União, com 32 (2,25%); e os residenciais Pedro Paschoal (30) e Hércules Hortal, com 30 contaminados cada (2,11%).
Pelo levantamento, a zona rural soma 22 pessoas contaminadas e, dentre povoados e distritos, Botafogo registra oito contaminações, Andes tem quatro e Turvínia, duas. Não há registro de Covid-19 no povoado de Areia.

 

Publicado na edição nº 10532, de 11 a 13 de novembro de 2020.