Circulação de veículos cai na cidade, com o fechamento de supermercados e barreiras

“Deixem para passear depois da pandemia, agora não é o momento, não apenas em Bebedouro, mas em toda a nossa região”, orienta o responsável pela GCM.

0
44
Ininterruptamente - As barreiras seguem, nas quatro entradas de Bebedouro, até o fim do prazo estabelecido pela Prefeitura, sem funcionamento no período noturno.

 Com o fechamento dos supermercados, no domingo (23), a circulação de veículos em Bebedouro caiu em 60%. A afirmação é do comandante da Guarda Civil Municipal, Lorival Padovan, em entrevista à Gazeta de Bebedouro.

“Na segunda-feira (24) pela manhã, horário de pico, visitei as quatro entradas da cidade, onde estão instaladas as barreiras sanitárias, e já constatamos queda na circulação de veículos. Na quinta (20) e na sexta-feira (21), primeiros dias de lockdown, as barreiras tinham filas e as equipes de desinfecção não pararam um minuto”, afirma o comandante Padovan.

“Neste momento, o isolamento é necessário, pois o número de casos e mortes não para de crescer na cidade. Por isso, orientamos aos motoristas que saiam de casa ou venham para Bebedouro, apenas se for necessário, em caso de emergência ou a trabalho. Deixem para passear depois da pandemia, agora não é o momento, não apenas em Bebedouro, mas em toda a nossa região”, orienta o responsável pela GCM.

“As barreiras seguem, nas quatro entradas de Bebedouro, ininterruptamente até o fim do prazo estabelecido pela Prefeitura, das 7h às 18h, sem funcionamento no período noturno. Estamos aguardando novas informações do prefeito Lucas Seren, que por sua vez, aguarda números relacionados à saúde, comprovando ou não a eficácia das medidas adotadas”, ressalta o comandante Padovan completando: “Boa parte dos motoristas tem respeitado as determinações, orientações e os funcionários, principalmente, com a elevação dos números”.

Fim de semana

O primeiro fim de semana de lockdown na cidade foi satisfatório, na avaliação do comandante Padovan. “O clima mais frio e as chuvas contribuíram, tanto no sábado (22) como no domingo (23), para a diminuição de veículos e pessoas. E à noite não foi diferente, as baixas temperaturas associadas à proibição da venda de bebidas alcoólicas, ajudaram bastante”.

Segundo o comandante da GCM, o fim de semana também foi marcado por diversas denúncias de estabelecimentos que estavam comercializando bebidas. “Apesar disso, nem todas elas foram comprovadas. Estivemos nos locais, mas no momento da fiscalização, constatamos apenas a venda de refrigerantes. Entretanto, nestes dias, a GCM atendeu inúmeras ocorrências de perturbação de sossego, devido ao som alto, pelas pessoas estarem em casa. No sábado (22), houve também a autuação de um pedestre”.

Já a Ronda Covid que fiscaliza denúncias de aglomerações em estabelecimentos comerciais e espaços públicos e é composta por integrantes da fiscalização municipal, Guarda Civil Municipal e Vigilância Sanitária, realizou quatro autuações por descumprimento do decreto municipal que regulariza funcionamentos nesta fase da pandemia.

“De sexta-feira (21) a domingo (23), foram três autuações em estabelecimentos que estavam fora do horário permitido pelo decreto municipal”, menciona Padovan.

Como denunciar?

Denúncias podem ser realizadas pelos telefones da Guarda Civil Municipal, 199 e 153. Há também telefones da Vigilância Sanitária: (17) 3343-3416 e (17) 3342-5389. Podem ser feitas de maneira anônima, porém, com informações completas e verídicas, que auxiliem ao invés de prejudicar o trabalho da equipe, inclusive sobre a venda de bebidas alcoólicas.

Publicado na edição 10.581, de 26 a 28 de maio de 2021.