Compromisso

0
337

A Gazeta de Bebedouro, seguindo à risca sua missão e comprometida em contribuir para conscientizar seus leitores, acompanhou a manhã de atendimento aos pacientes internados na UTI do Hospital Estadual. Tristes e chocados com a realidade, os jornalistas Jéssica Constâncio e José Piutti relatam o que viram nesta edição impressa e em vídeo. E a Gazeta agradece ao gestor Everton Zem por ter nos facultado este privilégio. Obrigada.

Respiro e leveza
Em meio ao caos, na Lourenço Santin, a natureza trouxe girassóis. No ambiente da vacinação, a beleza do gesto que oferece flores, pelas mãos do sensível professor Zé Renato Garcia. O mundo tem jeito, basta o homem querer.

Hora da leitura
Canoas Netto, odontólogo e escritor nas horas vagas, esteve na Gazeta para nos presentear com o livro recém lançado “Múltiplas Palavras”, que reúne vários autores da União Brasileira de Trovadores. Dentre eles está Canoas, e um de seus poemas incluídos no livro é Poemacróstico, de 1988, na época, publicado na Gazeta de Bebedouro.

De cara nova
A Banca Nacamura se revestiu de verde, em completa harmonia com a natureza da Praça. Em tempos bicudos de Covid ficou mais prazeroso passar na banca e garantir a leitura, antes de ficar em casa.

Frase da semana

“A ironia do destino é que a vacina do Dória pode estar salvando Bolsonaro do impeachment”.

Samuel Moreira (PSDB/SP) sobre a vacina Coronavac, principal imunizante usado por 9 a cada 10 brasileiros vacinados, alvo de Bolsonaro que a chamou de “vachina”.

Troca de cadeiras
O engenheiro Paulo Camargo deixa o governo Lucas Seren sem entender bem o porquê de sua dispensa. Com muitos planos a serem executados à frente do Planejamento e da Garagem e à procura de soluções em meio à burocracia do sistema, Camargo saiu devagarinho… sem mágoas, mas frustrado.

Troca de cadeiras 2
Como Camargo valia por dois, será substituído no Planejamento por Renata Martinez, que ocupava o cargo de subdiretora na mesma pasta; e na Garagem, por Silvio Barbosa, funcionário de carreira, há 20 anos no serviço público com função atual na própria Garagem.

Troca de cadeiras 3
Já as Finanças da Prefeitura perderam seu fiel responsável por mais de 40 anos. Josué Marcondes, depois da apresentação das contas do último quadrimestre de 2020, despediu-se do departamento e da prefeitura para gozar sua aposentadoria. Já fez até postagens em redes sociais brincando com o neto. Será substituído pelo servidor público de carreira José Luiz de Souza.

Doações
O Hospital Julia Pinto Caldeira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu doações de vários itens para sua cozinha, de água, achocolatados e suco de laranja, passando por farinha, fermento, biscoitos e sal. A boa ação foi da boutique de calçados Vestige. Não basta ter, é preciso ser generoso e solidário. Parabéns às empresárias pela iniciativa.

Fora do ar
A vereadora Ivanete Xavier, campeã dos requerimentos, quer porque quer saber do secretário da Educação porque a merenda escolar dos alunos que frequentaram salas de aula antes do último decreto mais restritivo por causa da Covid-19, estava vindo como lanche individual e não comida. Será que Xavier não soube que estamos em pandemia e uma das medidas sanitárias é exatamente esta, que os alunos não podem compartilhar nenhum ítem, inclusive refeição comunitária? Quanta perda de tempo…

Em tempo
Ah, já ia me esquecendo, a ”vereadora do povo”, como ela mesma se intitula, estaria indignada porque havia nove pessoas no gripário para serem atendidas e a população a cobra. Quanta perda de tempo 2!

“Sabedoria”
Como verdadeiro conhecedor do Legislativo, dizendo que os anos lhe trouxeram “muita sabedoria”, o vereador Chanel recomendou aos seus pares que continuem incomodando e ameaçou: “Se estão pensando que vão me calar, não vão conseguir. Sofro perseguição até hoje porque rejeitei as contas do ex-prefeito Galvão. Não nasci moleque, sou homem…” vociferou. Chanel perde pra ele mesmo com seus discursos.

Sensibilidade
Como tem demonstrado ser o ponto fora da curva desta legislatura, o vereador médico Edgar Cheli fez duas menções sensíveis em suas falas, merecedoras de serem destacadas: homenageou Augusto Aguiar, que faleceu nesta semana, lendo um poema que Augusto fez em sua homenagem chamado Soropoesia. E na segunda, referiu-se ao Dia da Síndrome de Down, comemorado em 21 de março, citando o “capacitismo”, quando citações do dia a dia, rebaixam pessoas com alguma deficiência, e enfatizou que a Síndrome de Down é uma característica e não um defeito. Terminou alertando que o sistema de saúde colapsou, sem vagas.

Amigos
O Educandário Santo Antônio de Bebedouro está em campanha pelas redes sociais para lembrar aos amigos solidários que eles podem destinar 3% de seu imposto de renda a pagar, para a instituição, alegando que a iniciativa fará uma diferença grande na vida das 275 crianças e adolescentes do Educandário, vítimas de vulnerabilidade social. A opção tem que ser feita na declaração de IR até 30 de abril.

No limite
Criminosos colocaram fogo na redação do jornal Folha da Região de Olímpia, na madrugada de quarta (17). O local é sede da Rádio Cidade, do portal Ifolha e também a casa do jornalista responsável pelos veículos José Antonio Arantes, que também foi atingida pelo fogo.
Segundo Arantes, os criminosos colocaram fogo em uma das portas do jornal e da casa usando líquido inflamável. O incêndio começou por volta de 4h30. Ainda de acordo com o jornalista, o atentado pode ser uma retaliação de comerciantes da região ao apoio editorial que o jornal, a rádio e o portal têm dado às medidas de distanciamento social adotadas pela prefeitura de Olímpia, no enfrentamento à pandemia.
O prefeito da vizinha cidade Fernando Cunha publicou nota oficial se solidarizando com o jornalista e sua família.

No limite 2
Mais dois casos de agressão a profissionais de imprensa que cobriam manifestações contra medidas de combate à pandemia foram registrados também na semana passada: o repórter da TV Serra Dourada Maycon Leão e seu cinegrafista foram intimidados enquanto faziam transmissão ao vivo de manifestação na BR-153, em Goiânia, pela liberação do comércio. Os profissionais foram coagidos por manifestantes a encerrar a transmissão; em Salvador, a fotojornalista Paula Fróes, do Jornal Correio, foi agredida verbalmente durante outra manifestação contra as medidas de distanciamento.

Publicado na edição 10.566 de 27 de março a 1º de abril de 2021.