Cram é reinaugurado, após revitalização estrutural e metodológica

Centro de Assistência a Mulher, que leva nome de jovem vítima de feminicídio, atende mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

0
654

Na manhã de terça-feira (13) houve a reinauguração do Cram (Centro de Referência de Atendimento à Mulher), que leva o nome de Ilda Ramos da Silva, bebedourense assassinada de forma brutal, há 13 anos. Com representantes dos três poderes, o prefeito e a primeira dama e plateia predominantemente feminina, o Cram reinicia suas atividades, após revitalização estrutural e metodológica.


Quer ler mais? Seja assinante da Gazeta.

CLIQUE AQUI e ASSINE

Se já for assinante basta entrar com os dados abaixo.

Publicado na edição de nº 10418, de 14, 15 e 16 de agosto de 2019.