De casa

0
621

O prefeito Lucas Seren (DEM) foi diagnosticado com Covid-19, na terça (16). Seu estado de saúde é bom, mas ele está despachando de casa, conforme manda o protocolo de isolamento. À Gazeta, Seren falou dos sintomas e da preocupação com a pandemia, que ainda não mostra sinais de que vá arrefecer tão cedo e pede que todos se conscientizem da  e da transmissibilidade do vírus.

Turismo aqui?

Sim, não duvide. Aqui há muitos lugares lindos, que muitos bebedourenses por não acreditar nesta vocação de ‘município de interesse turístico’, sequer sabem que existe. O responsável por esta pasta municipal, Marcus Lúcius, está trabalhando com afinco para articular a tríade: locais, empresários e turistas. Já está dando certo. Na foto, o restaurante da trilha dos apaixonados por bikes, que está fazendo sucesso (leia matéria na pág.9).

José Piutti

Olhos de quem vê

Pelas lentes do jornalista José Piutti, o Jardim Misterioso ganhou beleza, luzes e sombras, numa combinação perfeita do entardecer. É a arte a favor do belo. Obrigada Piutti por esta imagem e por cedê-la ao Sobrevoo.

Frase da semana

“Quem se entrega a um salvador da pátria mais cedo ou mais tarde vai ser vítima de um canalha”.

Contardo Calligaris, psicanalista, escritor e articulista da Folha de São Paulo.

Reforço

O Corpo de Bombeiros de Bebedouro recebeu novo conjunto de desencarcerador à combustão, que é o equipamento que auxilia no atendimento às ocorrências de acidente de trânsito; e na busca e resgate em estruturas que sofreram danos irreversíveis. A cerimônia foi realizada na manhã desta segunda-feira (15), na sede do Corpo de Bombeiros, com a presença do prefeito Lucas Seren, que lembrou que a conquista foi veio dos esforços da gestão Fernando Galvão. Para o 1º tenente do Corpo de Bombeiros de Bebedouro, Wellington Ferreira da Silva, o equipamento é uma necessidade por ajudar na retirada das vítimas de ferragens, criando espaço para o trabalho do bombeiro cortar as ferragens, trazendo-lhe mais segurança.

O comandante interino do 9° Grupamento de Bombeiros, Major PM Rodrigo Leal, o comandante do 1° Subgrupamento de Bombeiros, Gustavo Rissato da Silva, e o diretor de gabinete da prefeitura, Rogério Valverde, também participaram da entrega.

Socialmente correto

Através do Consórcio Viver Melhor, a prefeitura retoma ações do trabalho técnico-social no novo bairro Jardim Boa Esperança. A vice-prefeita Sebastiana Tavares recebeu as técnicas do consórcio Maria José Maia e Celina Bastos, e avaliou, “Apesar do novo coronavírus causar restrições para várias atividades, estudaremos a melhor maneira de orientar e beneficiar a população. Dentro dessa atuação será necessário desenvolver lideranças, garantindo autonomia ao setor e o desenvolvimento do bairro”. Representantes do depto. de Promoção e Assistência Social participaram da reunião, que foi na prefeitura, na terça (16).

Legal

O projeto Cidade Legal regularizou a situação de 29 casas do Alto da Boa Vista, em parceria com o Governo de SP, através da secretaria da Habitação. O secretário estadual Flávio Amary promoveu encontro virtual para entrega dos documentos dos imóveis regularizados. Participaram da live representando os 29 beneficiados de Bebedouro, Lindalva Aparecida Lopes da Silva e Maria Aparecida Prates Timóteo, que receberam das mãos do prefeito Seren, as matrículas de seus imóveis. Dona Maria Aparecida, não se cansava de agradecer: “São 44 anos de luta por esse documento. Estou realizada, muito feliz mesmo; há anos sonhava em conquistar a minha casa. Agradeço ao prefeito e a todos que me ajudaram, essa matrícula é muito mais importante do que as pessoas podem imaginar. Minha casa agora é oficialmente minha”. Prefeitura também trabalha para regularizar imóveisno Residencial Bebedouro.

Legal 2

Para a regularização dos imóveis, a prefeitura enfrentou entraves jurídicos e ambientais. “Tive o privilégio de compor a equipe e concluir este trabalho, que começou em 2013. Agradeço o empenho dos funcionários do departamento de Habitação e do ex-prefeito Fernando Galvão, que lutaram por esse projeto”, disse Lucas Seren.

O Programa Estadual de Regularização Fundiária Urbana, o Cidade Legal, regularizou os núcleos habitacionais implantados em desconformidade com a lei, nas cidades de Bebedouro, Buritama, Guarací, Paulínia e Tapiratiba.

Formação

A prefeitura de Bebedouro tem investido na formação técnica dos profissionais da saúde porque está preocupada em melhorar o serviço prestado à população, através da Secretaria Municipal de Saúde, que realizou mais uma rodada de cursos sobre gestão pública, no Hospital Municipal Júlia Pinto Caldeira, com o médico de família e comunidade, João Marcelo Porcionato. “Mais um momento para discutir gestão pública com os profissionais que trabalham com a população no dia-a-dia e conhecem os desafios de perto. É importante dialogar para encontrar soluções conjuntas. Continuaremos trabalhando para oferecer o melhor atendimento”, disse a secretária de Saúde, Silvéria Laredo.

João Marcelo Porcionato é graduado pela Faculdade de Medicina de Catanduva, com residência em Medicina de Família e Comunidade, pela USP Ribeirão; é mestre e doutor em Saúde Pública pela FMRP/USP, com MBA Executivo em Saúde na FGV.

Mais um

Bebedouro tem agora 14 Ecoparques em escolas e oito em pontos variados, porque chegou a vez da praça Chico Mendes, no Jardim Talarico, receber o seu, com vários aparatos, concebidos pelo coordenador de meio ambiente da Secretaria de Educação, Murilo Montemor, que transforma ambientes de forma criativa, através da construção de brinquedos urbanos utilizando pneus inservíveis. Este foi viabilizado pela parceria entre prefeitura, iniciativa privada (Cris Rodas) e a comunidade (Associação de Moradores do Jardim Talarico)

Menos um

Na Tribuna da Câmara, a cada sessão, como na de segunda (15), o vereador Paulo Bianchini (SD) tem mostrado, pouco a pouco, o objetivo de ter voltado à política: inocentar o ex-prefeito Italiano, seu irmão, custe o que custar. Sem perder nenhuma oportunidade, Bianchini tem ressuscitado temas pra lá de polêmicos envolvendo a gestão de seu irmão, com narrativas que fariam corar até o mais habilidoso conspirador. Desta vez foi a UPA, cuja obra foi embargada pela justiça e cobre de feiura há anos, a frente do Hospital Municipal. Culpando o ex-prefeito Galvão de não ter concluído a construção, o vereador não só demonstra sofrer de amnésia como subestima a inteligência e a memória dos bebedourenses, além de desdenhar da justiça. Melhor ser surdo a ouvir tanto descalabro.

(Publicado na edição 10.556, de 20 a 23 de fevereiro de 2021).