De sexta a quarta, Bebedouro soma 85 novos casos de Covid-19

Prefeitura relembra medidas adotadas para combate ao vírus nos nove meses de pandemia e prevê possíveis alterações neste fim de ano.

0
334

Segundo boletim diário da Vigilância Epidemiológica, desde março deste ano, Bebedouro soma 2.010 pessoas infectadas por Covid-19 até quarta-feira (23), sendo que 1.790 residem em Bebedouro e 220 na microrregião. São 85 casos a mais que na sexta (18), quando a cidade tinha 1.925 casos.
Do total de contaminados, 21 estão em isolamento domiciliar, sendo monitorados pelo GEI (Grupo Estratégico de Isolamento). Outros 1.938 pacientes já estão recuperados da doença sendo 1.718 de Bebedouro e 220 da região.
Desde sexta (18), o número de óbitos está em 51, com três mortes registradas na semana passada. Destes, 32 morreram em hospitais locais e 19 em unidades de saúde de outras cidades.
O boletim aponta ainda que há 17 bebedourenses em UTI, em tratamento da Covid-19, 15 em Bebedouro e dois em Barretos. Há também outros 11 com sintomas leves, em enfermarias da cidade. Todos estes não constam do total de infectados.

Medidas de combate ao vírus
No 9º mês de pandemia da Covid-19, o mundo enfrenta novas ondas de contaminações e repensam medidas de contenção ao vírus. Em Bebedouro, desde março, a cidade adotou medidas de restrição e tem mantido bons índices de isolamento e contaminação, mesmo após flexibilização parcial para as áreas de comércio e serviços.
O secretário de Desenvolvimento, Rogério Valverde, relembra que Bebedouro inovou no combate à Covid-19, desde a criação da Feira Drive-Thru, o Cine Drive-in, as aulas remotas do programa Educando com o Coração, o GEI (Grupo Estratégico de Isolamento), a instalação de cabines de desinfecção, higienização das ruas do comércio, entrega de máscaras, álcool em gel e aferição de temperatura nas ruas e estabelecimentos e, principalmente, com a conquista da abertura do Hospital Estadual para tratamento de pacientes infectados.
“Estas ações destacaram-se na região e em todo estado de São Paulo, colocando Bebedouro em evidência no combate à pandemia e permitiram que a cidade não registrasse números alarmantes de infecções e mortes. E graças à população bebedourense, os índices de isolamento social também estão sempre entre os mais altos do estado”, comemora Valverde.
Através de um comitê municipal para assuntos da Covid-19, entre Prefeitura, Saúde pública e privada, agentes de segurança e o Ministério Público, Bebedouro criou medidas e flexibilizações pontuais para que os setores de comércio e serviços pudessem funcionar e, segundo Valverde, “estas medidas devem continuar vigorando, especialmente neste fim de ano, compreendendo o porte de cada estabelecimento. A fiscalização no comércio neste período está sendo intensificada e o cuidado deve ser redobrado. A população relaxou na prevenção, mas a Prefeitura não irá relaxar no combate”, garante o secretário.

Fase vermelha
Com o anúncio do Governo Estadual, que decreta fase vermelha aos 645 municípios paulistas de 25 a 27 de dezembro e 1 a 3 de janeiro de 2021, a Prefeitura informou, até o início da tarde de quarta (23), que aguardava o texto oficial do decreto estadual para replicar a medida em Bebedouro ou buscar formas de flexibilização, mantendo equilíbrio entre saúde e economia.

 

Publicado na edição nº 10544, de 24 de dezembro de 2020 a 12 de janeiro de 2021.