Defesa pede nulidade das investigações já realizadas em Bebedouro

0
153

Segundo advogado de dois dos investigados, acreditava-se em acordo de delação com as autoridades locais, o que segundo ele, não teria acontecido com seus clientes.

Em entrevista exclusiva a Gazeta, Rogério Valverde, o advogado que atua na defesa dos investigados Carlos Alberto Santana e César Bertholino, diz que foi pego de surpresa com o despacho da juíza de Bebedouro, Vanessa Barbosa, que remeteu o caso às autoridades federais: “Sabíamos desde o início, que não havia competência para que as investigações fossem realizadas por aqui, principalmente em função dos recursos (federais) envolvidos. Além disso, tomei conhecimento pela imprensa das delações aceitas de três dos investigados (Cássio Chebabi, Emerson Girardi e Marcel Ferreira Júlio), que contribuíram muito menos que meus clientes”, lamenta o advogado.

(…)

Leia mais na edição nº 9996, de 11, 12 e 13 de junho de 2016.