Em quatro dias, Bebedouro confirma mais 240 casos de Covid-19

Mais uma morte é registrada no boletim de segunda (7), de mulher, 86. Agora, o número de óbitos está em 369.

0
104

Segundo boletim de terça-feira (8), 17.076 casos foram notificados desde o início da pandemia, 240 novos, desde a última atualização da Gazeta, no sábado (5), com dados de sexta-feira (4). Seis pessoas estão em monitoramento e 114 aguardam resultados de exames. Mais um óbito foi confirmado na cidade no boletim de segunda-feira (7), de mulher, 86, com hipertensão arterial e diabetes. No total, a cidade contabiliza 369 mortes, desde o início da pandemia.

Internações

Boletim informa 50% de ocupação dos leitos de UTI Covid, no Hospital Estadual, com cinco pacientes internados, dos 10 leitos disponíveis. Na enfermaria, não há pacientes. Na rede privada, são dois pacientes em UTI’s (20% dos 10 leitos) e mais dois em enfermarias (13% dos 15 leitos). No Hospital Municipal são seis pacientes em leitos de enfermaria, com ocupação de 46% dos 13 leitos.

Vacinação

Vacinômetro atualizado pelo governo de São Paulo, às 13h, de terça (8), informa 68.409 bebedourenses com 1ª dose (88,21% da população). 64.984 pessoas receberam 2ª dose ou dose única (83,79% da população) e 35.618 bebedourenses estão com a dose de reforço (45,93%).

Desde a última atualização da Gazeta, no sábado (5), 639 pessoas procuraram os pontos de vacinação para receber sua dose. A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thaís Teixeira chama atenção, mais uma vez, para o alto número de faltosos na cidade: “Estamos com quase 4 mil pessoas sem 2ª dose e quase 19 mil sem a dose de reforço, isto ainda é preocupante”.

Teixeira reforça que durante o mês de março, “às terças e quintas-feiras, das 17h às 20h, haverá aplicação de vacinas em cinco postos de saúde, ESF João Cambaúva (Jardim Aeroporto); ESF Tasso Paraíso (Residencial Santaella); ESF Ramiro de Souza Lima (Residencial Furquim); ESF Moacyr Caldeira (Centro); e ESF Ricardo Dias de Toledo (Jardim Sânderson).

Taxa de transmissão

A taxa de transmissão (Rt) da Covid-19 na regional de Barretos, a que Bebedouro pertence, está em 0,65, segundo relatório do portal ‘Info Tracker – SP Covid’, com dados de terça  (8). Na classificação entre as 22 regiões do estado, a de Barretos ocupa a décima quinta posição, seguida por São José do Rio Preto, com a mesma taxa. A região de Araraquara é a que possui menor índice do Estado, com 0,52. Franca está com 0,80 e Ribeirão tem taxa de 0,61.

Publicado na edição 10.650 – quarta, quinta e sexta-feira – 9, 10 e 11 de março de 2022.