Estatísticas criminais: ocorrências registradas têm queda em maio

0
161

O número total de ocorrências policiais registradas nas delegacias de Bebedouro, 181 registros em maio, teve queda, tanto com relação ao mês anterior (207), – 12,5%, quanto ao mesmo período do ano de 2016 (198), -8,6%. De janeiro até maio são 904 ocorrências no total, contra 897 no período, em 2016. Uma queda de 0,8%.
Os dados, da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP/SP), indicam que, dos 19 tipos de ocorrências passíveis de registro, em 6 ocorreram queda e 4 aumentaram seus números, com relação ao mês de abril deste ano. No comparativo com maio de 2016, apenas 3 diminuíram e em 7 aumentaram-se os registros.
Nenhum caso de estupro de vulnerável ocorreu em maio, quebrando uma sequência onde, em todos os meses, se registrava pelo menos um caso, com um total de 6, de janeiro a maio. Houve um registro de estupro no mês, mas de pessoa maior de 14 anos. No acumulado do ano, já são 9 casos, mesmo número de registros no mesmo período de 2016.
O maior aumento ocorreu com o roubo de veículos, 4 casos em maio, contra 2 em abril, aumento de 100%. No comparativo com o mesmo período do ano passado (janeiro a maio) ocorreu aumento de 60% (8 contra 5). O furto de veículos também teve aumento: 35,3% com relação a abril e 11% com relação ao período de 2016. Já são 81 veículos furtados em 2017.
O número de roubos, em maio, foi de 30 casos registrados. Aumento de 42,8% com relação ao mês anterior e de 9,2% no comparativo com o ano passado. Já o número de registros de furtos diminuiu 26,3%, no comparativo com abril deste ano (70 a 95) e manteve-se estável quando comparado com 2016 (408 casos). Porém este é o registro com maior número de casos na cidade neste mês.
Em maio não ocorreram homicídios dolosos na cidade e um caso de homicídio culposo por acidente de trânsito foi registrado, fato que não ocorria desde janeiro de 2017. Um caso de tentativa de homicídio ocorreu no mês. As lesões corporais, dolosa e culposa por acidente de trânsito, tiveram queda de 31,7% e 12%, respectivamente, no comparativo com abril.

Publicado na edição nº 10145, de 29 e 30 de junho de 2017.