Gestor do Hospital Estadual dá entrevista exclusiva a Gazeta e RB nesta sexta (12)

Segundo boletim epidemiológico, Bebedouro ultrapassa 4 mil casos de Covid-19 desde o início da pandemia. Ocupação de UTI SUS está em 95%.

0
390

Preocupado com a situação epidemiológica do município e a alta taxa de ocupação de leitos na rede pública, o gestor do Hospital Estadual, Everton Zen, concede entrevista na manhã de sexta-feira (11), às 11h30, ao vivo pela RB FM e pela página da Gazeta de Bebedouro no Facebook.

Falando com exclusividade aos mais tradicionais veículos da mídia bebedourense, Zen dará detalhes dos níveis de ocupação de leitos SUS, em Bebedouro e na região.

Atualização de casos

Bebedouro tem 4.043 pessoas infectadas pela Covid-19 desde março de 2020, segundo boletim epidemiológico desta quinta-feira (11). Destes, 3.522 residem em Bebedouro e 521 em cidades da microrregião.

O boletim aponta ainda que 3.860 pacientes já estão recuperados (3.353 de Bebedouro e 507 da região) e 91 pessoas estão infectadas, cumprindo isolamento domiciliar. Outros 60 estão sob suspeita da doença.

Os óbitos em decorrência da Covid-19 subiram para 92 nesta quinta (11), com a morte de homem, 64, com quadro clínico de insuficiência renal crônica e obesidade, que faleceu no Hospital Estadual.

A ocupação de leitos em Bebedouro, no Hospital Estadual, está em 95%, com 19 pacientes em estado grave. Já na Unimed, três dos 11 leitos estavam ocupados (27%). Há ainda sete bebedourenses em UTIs de Barretos. As internações em enfermarias somam 34: 15 pessoas estão no Hospital Estadual, cinco no Municipal, três na UPA 24h e 11 na Unimed. Todos estes ainda não constam do total de infectados.

Estado decreta medidas restritivas

O governo de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (11) a fase emergencial, que prevê regras mais rígidas de funcionamento em relação à fase vermelha da quarentena. As medidas passam a valer a partir de 15 de março e devem permanecer até o dia 30.

Na nova fase, igrejas terão as atividades presenciais interrompidas, campeonatos de futebol ficarão suspensos e as escolas estaduais devem entrar em recesso. O Governo também determinou ‘toque de recolher’ das 20h às 5h, sem fechamento dos serviços essenciais, mas com possibilidade de aplicação de multa para pessoas a pé e em carros que estiverem passeando.

Confira detalhes da nova fase na próxima edição da Gazeta, de sábado (13).