‘Jojo nove e meia’ é talk show cômico de alto valor

Marcos Pitta

0
26
Carismática - Jojo Todynho esbanja talento em sua mais nova atração, um talk show no canal pago Multishow, da Globo. (Multishow - Edu Viana)

Fica cada vez mais difícil encontrar atualmente um programa de televisão que se proponha fazer comédia para fazer o público dar risada, realmente. Esta dificuldade se explica pelo fato de que o público está mais crítico e os roteiristas, parecem, perderam a originalidade.

A Globo, como maior produtora de conteúdo audiovisual do Brasil, quando o assunto é comédia, criou um palheiro gigante, mas, lá no meio dele, é possível encontrar uma agulha que brilha bastante. Trata-se do programa ‘Jojo Nove e Meia’, exibido pelo canal pago Multishow.

A apresentadora Jojo Todyinho é cantora e já era conhecida do público, mas seu destaque maior deu-se durante a exibição da décima segunda temporada de ‘A Fazenda’, reality show da Record TV, no ano passado. Jojo sagrou-se campeã da edição e embolsou R$2 milhões.

Uma coisa não dá para entender: por que a Record TV não aproveitou o sucesso da fazendeira vencedora e a deixou assinar contrato com a Globo? Resposta difícil, mas o fato é que na nova casa, Jojo ganhou um programa solo e está se dando muito bem.

A atração ainda não chega ao grande público, pois somente quem tem televisão por assinatura ou um pacote mais avançado do Globoplay pode assistir, mas não se pode negar que a mais nova apresentadora do pedaço está trilhando o mesmo caminho de Tatá Werneck, que começou seu talk show no canal pago e depois passou a ser exibido na televisão aberta, com sucesso de audiência.

Um detalhe importante a ser considerado é o carisma e isso Jojo tem de sobra. Ela sabe aproveitar o palco, se dá bem com as câmeras, é capaz de conduzir uma entrevista com bom humor e extrai o máximo de seus convidados. O episódio de estreia com Juliana Paes é a prova de que o programa pode render muitos frutos e o único erro da Globo com isso é apostar nesse talk show num canal fechado. A obra poderia vingar mais se fosse uma produção original Globoplay como é o caso do ‘Casa Kaliman’, programa apresentado pela vice-campeã do BBB20 Rafa Kaliman unicamente na plataforma de streaming.

Por falar em Kaliman, vale muito prestar atenção nas duas atrações. Uma é completamente diferente da outra em absolutamente tudo: roteiro, direção, condução dos entrevistados, cenário e o tal do carisma. Esse último item, como já disse, primordial para um programa neste estilo.

‘Jojo Nove e Meia’ tem futuro, precisa ser renovado para mais temporadas e merece mais espaço. A composição do programa é bem pensada, o cenário tem a ver com a trajetória da apresentadora (é inspirado em Bangu, bairro carioca onde Jojo nasceu e foi criada), o roteiro é bem construído, de acordo com os posicionamentos e maneiras de falar de Jojo e quando todas as peças se encaixam não tem possibilidade de dar errado.

Os convidados participam de brincadeiras e quadros personalizados conduzidos pela apresentadora e pelo influenciador Guto TV, enquanto a DJ Taty Zatto comanda o som do estúdio. A primeira temporada tem oito episódios.

Para quem não viu, vale a pena ver, dar uma chance e se permitir gargalhar. Nos tempos atuais, se permitir rir é uma dádiva e ‘Jojo Nove e Meia’ oferece isso.

E mais: A Globo não renovou a segunda temporada do ‘Casa Kaliman’. A reprise de ‘Verdades Secretas’ deve estrear no horário das 23h em 9 de agosto, mesma data da estreia de ‘Nos Tempos do Imperador’, primeira novela inédita, no horário das 18h.

Publicado na edição 10.591, de sexta-feira a terça-feira, 9 a 13 de julho de 2021.