Média móvel de óbitos cai para 0,64/dia em 14 dias

Com a redução de casos e óbitos, o prefeito Lucas Seren autoriza funcionamento, sem restrição de capacidade e horário, em estabelecimentos comerciais.

0
81
Aguardando novos lotes - Na quarta-feira (18), 1.020 jovens de 24 anos, receberam a 1ª dose contra a Covid; antes as médias variavam entre 700 e 800 doses/dia de vacinas aplicadas.

Com um óbito desde a última terça-feira (17), Bebedouro totaliza 326 vítimas fatais da Covid, desde o começo da pandemia, segundo boletim epidemiológico divulgado na sexta-feira (20).

A vítima mais recente é mulher, 72, com hipertensão arterial, internada no Hospital Estadual, incluída no boletim na quarta-feira (18).

No gráfico semanal de mortes, elaborado pela Gazeta de Bebedouro, com dados da Secretaria de Saúde, nota-se queda de 20% nos óbitos desta última semana, de 14 a 20 de agosto, com quatro mortes, frente à semana anterior, de 7 a 13 deste mês, com cinco vítimas fatais do vírus. A média móvel dos últimos 14 dias é de 0,64 óbitos/dia. A média anterior estava em 0,85 mortes/dia.

Infecções e ocupação de leitos

A cidade registrou mais 24 casos positivos desde terça-feira (17), somando 12.058 casos, desde março do ano passado. Atualmente são 69 bebedourenses positivados em monitoramento e isolamento domiciliar. Outros 49 pacientes aguardam resultados de exames.

(Fonte: Vigilância Epidemiológica)

A ocupação de leitos de UTI no Hospital Estadual voltou a cair, desde a última publicação da Gazeta de Bebedouro, na quarta-feira (18), com 12 pessoas, indicando 60% dos leitos ocupados por pacientes graves. Na rede privada são três (27,27%). Dois bebedourenses estão internados em UTIs de outros municípios, pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

O número de pacientes internados em enfermarias permanece o mesmo de terça-feira (17): 14, sendo um no Hospital Municipal, dez no Estadual e três na rede privada.

Novo decreto

Em decreto publicado no fim da tarde de quinta-feira (19), o prefeito Lucas Seren autoriza o funcionamento sem restrição de capacidade de atendimento ao público e horário, sendo obrigatório uso de máscaras e dos protocolos sanitários como, aferição de temperatura e distanciamento social, no comércio em geral, incluindo supermercados, mercearias, padarias, mercados, empórios, açougues, peixarias e similares, inclusive sem restrição de acesso por idade. Escritórios de profissionais liberais, autônomos e prestadores de serviços; shopping, galerias, igrejas e templos para atividades religiosas presenciais, restaurantes, bares e similares, assim como salões de beleza, barbearias, clínicas de estética e afins, e academias esportivas também estão liberadas para atendimento ao público sem limitações.

O decreto libera também a realização de apresentações musicais ao vivo, entretanto, permanece proibida pista de dança e shows com público em pé.

Trailers e foodtrucks continuam seus atendimentos presenciais nos espaços públicos também sem limitação de capacidade e horários, com adoção de protocolos sanitários.

Eventos festivos e comemorativos em salões, buffets, edículas, chácaras, sítios e clubes, estão autorizados até o limite máximo de 150 pessoas, incluindo organizadores e prestadores de serviço.

Por último, as novas medidas convocam as servidoras públicas gestantes, que já tenham recebido a imunização completa para a Covid e com período de duas aplicações da vacina, a retornarem imediatamente ao trabalho presencial.

O descumprimento das determinações por pessoas físicas implica na aplicação de multa de 10 UFMs (unidade fiscal municipal), no valor de R$ 1.095, enquanto que para empresas, estabelecimentos comerciais e pessoas jurídicas, o valor é de 100 UFMs, correspondendo ao valor de R$ 10.950.

“Após muitos meses de dificuldades e restrições provocadas pela pandemia, estamos vivendo um novo momento. Os casos de Covid estão em queda e, por isso, de acordo com o Plano São Paulo, em Bebedouro temos novas regras”, afirma Seren, mencionando que as medidas entraram em vigor na sexta-feira (20). “É importante que continuemos fazendo nossa parte, utilizando álcool em gel, aferindo temperatura e a máscara continua obrigatória”.

Vacinação

Bebedouro vacinou nesta semana, jovens de 24 anos, na quarta-feira (18). “Para este público, recebemos 1.020 doses e aplicamos todas. Não deixamos ninguém sem vacina”, explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thais Teixeira, mencionando que, anteriormente, as médias variavam entre 700 e 800 doses/dia de vacinas aplicadas.

Imunizado com a 1ª dose, o jovem Lucas Dionísio afirma à Gazeta que “a ficha ainda não caiu e relembro tudo aquilo que ainda não vivemos. Parece clichê, mas é a esperança que nasce de novo, dos projetos que adormeceram e dos novos que surgirão. Esta vacina é em homenagem para quem não pôde tomar. É um ato de resistência, juntamente com estes profissionais que sempre foram linha de frente”.

Até o momento, para a próxima semana, está prevista apenas aplicação da 1ª dose contra Covid-19 em jovens com 16 e 17 anos com comorbidades, grávidas ou deficiência. A vacinação acontece na quarta-feira (25), no barracão da Feccib velha, das 16h às 20h. Além de RG e CPF, jovens com comorbidades ou deficientes devem apresentar documentos que comprovem a condição. Grávidas, o cartão da gestante. Todos devem estar acompanhados por pais ou responsáveis e preenchido o cadastro através do ‘Vacina Já’, no site do governo estadual.

“Solicitamos sete mil doses extras ao Governo de São Paulo para vacinarmos o público de 23 a 18 anos, mas ainda estamos aguardando retorno. O que mais queremos é vacinar a todos”, enfatiza a coordenadora da Vigilância, acrescentando: “Acredito que esta diferença de doses para Bebedouro esteja relacionada à desatualização do censo demográfico da cidade. Os dados utilizados pelo Estado são de 2010, são 11 anos de diferença”.

Além disso, de segunda a sexta-feira, a Secretaria de Saúde aplicou a 2ª dose para diferentes grupos e faixas etárias, no período da manhã, das 8h às 12h.  “Para esta semana, estamos aguardando cerca de quatro mil pessoas para completarem seu ciclo vacinal”, ressalta Teixeira.

Na segunda-feira (23), será a vez de homens e mulheres de 29 anos receberam a 2ª dose da CoronaVac, assim como as pessoas com 28 anos, na terça-feira (24). Na quarta-feira (25), pessoas com comorbidades, que foram imunizados com AstraZeneca, completam o seu esquema vacinal. Neste dia, serão atendidas as pessoas que possuem as três datas na carteira de vacinação: 24, 25 e 26 de agosto.

Publicado na edição 10.603, de 21 a 24 de agosto de 2021