Neste sábado, tem vacinação para profissionais da Educação Básica

0
62
“Chegou a minha vez” - O ex-vereador Leandro Lauriano, o Lão, recebeu a primeira dose da vacina contra Covid-19, na manhã de sexta-feira (11), agradecendo a imunização. (Gazeta de Bebedouro)

O ritmo de vacinação contra a Covid-19 em Bebedouro segue acelerado e de acordo com os parâmetros do Governo do Estado de São Paulo. Neste sábado (12), a Secretaria Municipal de Saúde imuniza os profissionais da educação básica, incluindo os ensinos infantil, fundamental e médio, a partir de 18 anos, das 8h às 11h, na Feccib velha.

Para receberem a vacina, professores e demais profissionais das escolas públicas e privadas devem apresentar RG, CPF, QR Code impresso ou no celular, os últimos dois holerites e o cadastro preenchido pelo site: www.vacinaja.educacao.sp.gov.br.

“É imprescindível a apresentação do QR Code para ser vacinado. Por isso, orientamos os profissionais a se cadastrarem o mais rápido possível, já que os dados passam por análise prévia e aprovação em São Paulo”, orienta a secretária de Saúde, Silvéria Larêdo, mencionando que neste sábado (12), apenas será atendido este público. “Estamos esperando aproximadamente 600 pessoas, por isso, vacinaremos apenas estes profissionais. Aquelas pessoas que não conseguirem comparecer ou que estão se recuperando da Covid-19 ou de outra doença, deverão procurar a Feccib velha, a partir de segunda-feira (14)”.

O secretário de Educação, Hélio de Souza, explica que professores e demais profissionais que não conseguirem validar ou efetivar seu cadastro, podem solicitar ajuda na Semeb (Secretaria Municipal de Educação). “Estamos dando mais um passo largo na imunização, além de ser mais um indicador de que a escola é um ambiente seguro, neste momento difícil que estamos vivendo”.

Mutirão

Com a baixa adesão no decorrer desta semana, a Secretaria de Saúde realizará, na segunda-feira (14), das 8h às 11h, na Feccib velha, o segundo mutirão para quem não conseguiu vacinar-se em datas anunciadas.

O “Dia D” atenderá: idosos a partir de 60 anos; profissionais de saúde e da educação básica, a partir de 18 anos; pessoas com comorbidades, de 18 a 59 anos; deficientes que recebem o BPC (Benefício Permanente Contínuo) e também aqueles deficientes que não possuem o benefício, de 18 a 59 anos; e gestantes e puérperas a partir dos 18 anos. “Também vacinaremos com primeira e segunda dose, os idosos que por algum motivo ainda não tomaram o imunizante, além de professores e profissionais de educação de 45 e 46 anos. Não sabemos o porquê destas pessoas não terem se vacinando. Por exemplo, na sexta-feira (11), o público previsto era de 400 pessoas e não vacinamos nem a metade. Nos demais dias da semana, a procura também foi menor do que esperávamos”, afirma Silvéria Larêdo.

“Estamos fazendo um apelo: não deixem de tomar a vacina. Pedimos que procurem o mais rápido possível a Feccib velha, pois não podemos ter estoque em nossas geladeiras, porque o Estado recolherá as que não forem utilizadas e estão paradas, acreditando que não há necessidade ou público para isto”, orienta a secretária de Saúde.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thais Teixeira, a cidade também está imunizando os pilotos bebedourenses cadastrados no Aeroporto Comandante Luis Martins de Araújo. “A vacina para este público já chegou e estamos com lista autorizada pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). São apenas 20 pilotos”.

Teixeira também faz um apelo à população bebedourense. “A adesão para a vacinação contra a Covid-19 está abaixo da esperada, principalmente, para o público que possui comorbidades. Quem ainda não se imunizou, pedimos que venham, pois o número de internações na cidade está alto, especialmente entre os jovens, além da alta também de óbitos”.

Nova faixa

Na quarta-feira (16), das 8h às 11h, na antiga Feccib, seguindo as recomendações do governo estadual, a Secretaria Municipal de Saúde volta a vacinar por idade. Desta vez, serão imunizados homens e mulheres de 55 a 59 anos.

Silvéria orienta para que as “pessoas cadastrem-se no site Vacina Já ou procurem a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência, retire o formulário e o leve preenchido no dia da vacinação, juntamente com documento com foto e CPF”.

Influenza

A Vigilância Epidemiológica também segue com a Campanha de Vacinação contra Gripe. Nesta semana, iniciou-se a terceira e última etapa da imunização, que se estenderá até 9 de julho, atendendo pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; pessoas com deficiência permanente; forças de segurança e salvamento; forças armadas; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Entretanto, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, crianças de seis meses a menores de seis anos, povos indígenas, idosos com 60 anos ou mais e professores das escolas públicas e privadas que ainda não receberam a dose contra HINI podem procurar as unidades de saúde mais próxima de sua residência. A vacina também está sendo aplicada nas Estratégias de Saúde da Família dos distritos de Botafogo, Turvínea e Povoado de Andes.

Segundo levantamento da Vigilância Epidemiológica, divulgado na sexta-feira (11), até o momento, foram aplicadas 14.508 doses, imunizando 59,12% da população. Em Bebedouro, a cobertura vacinal está em: 75,8% para crianças (3.823 doses); 56,9% para gestantes (392 doses); 79,5% para trabalhadores da saúde (1.964 doses); 65,4% para puérperas (74 doses); 51% para professores (679 doses); e 49,5% para idosos (7.366 doses);

Neste ano, o grupo prioritário foi ampliado devido à pandemia do novo coronavírus. O Ministério da Saúde recomenda intervalo de 14 dias entre a vacina contra a Covid-19 e a da gripe, para produção adequada de anticorpos.

No ano passado, o Estado registrou 809 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) relacionadas ao vírus Influenza e 119 óbitos.

Publicado na edição 10.585, de 12 a 15 de junho de 2021.