Estado envia aos municípios testes rápidos para rastreabilidade do vírus

Ex-prefeito Fernando Galvão também conquista a manutenção dos 52 leitos específicos para a doença no Hospital N. Sra, em Barretos.

0
78
Dia da Esperança – Estado lança ferramenta com contagem regressiva para imunização da população de São Paulo, de acordo com cada faixa etária. (Divulgação/Governo do Estado de SP.)

A Secretaria Estadual de Saúde deu início, no dia 1º deste mês, ao processo para aquisição de um milhão de testes rápidos para Covid-19, que podem detectar a presença do coronavírus em até 1 hora, diferente dos testes RT-PCR, que podem levar até cinco dias para o resultado. “Os testes estarão sendo adquiridos a partir da próxima semana e na sequência, distribuídos aos 645 municípios. Outras atas também estarão sendo abertas para que este quantitativo seja ainda maior, porque entendemos que este teste de antígeno apoiará as várias regiões do Estado, permitindo maior controle e rastreabilidade do vírus”, explicou o secretário Jean Gorinchteyn, na coletiva de imprensa de quarta-feira (9).

Na mesma data, o governo estadual, seguindo as recomendações do Centro de Contingência, prorrogou até 30 de junho a fase de transição no Estado. “O Centro de Contingência vê com preocupação este momento da pandemia, com manutenção de casos, elevação ainda que pequena do número de internações hospitalares e em leitos de UTI, por isso, o governo encaminhará aos municípios que estão com taxa de ocupação de leitos acima de 90% para que avaliem a necessidade e a pertinência de medidas mais restritivas do que aquelas que já estão estabelecidas no Plano São Paulo”, disse o coordenador executivo do Centro, João Gabbardo.

O governador João Doria também anunciou a antecipação em 15 dias do calendário de vacinação para pessoas acima de 18 anos contra o vírus. Com isso, a população do Estado já terá recebido a 1ª dose até 18 de outubro.

Região: Na mesma semana, em que o prefeito Lucas Seren confirmou a instalação de mais 10 leitos de UTI no Hospital Estadual de Bebedouro, o governo estadual anunciou a manutenção dos 52 leitos Covid no Hospital Nossa Senhora, em Barretos. O gestor da Fundação Pio XII, Henrique Prata, recebeu a notícia após encontro em São Paulo. “Conseguimos também a manutenção dos leitos de UTI do Hospital Nossa Senhora de Barretos, no atendimento específico Covid. Fizemos a interlocução entre o vice-governador Rodrigo Garcia, o gestor da Fundação Pio XII, Henrique Prata, o deputado federal Geninho Zuliani, o prefeito de Bebedouro, Lucas Seren e a prefeita de Barretos, Paula Lemos. Fico muito feliz em poder ajudar a região”, diz Galvão à Gazeta, assessor do vice-governador.

Prata havia anunciado, em março, o encerramento do atendimento Covid este mês, devido ao déficit da instituição por recursos não repassados.

Publicado na edição 10.585, de 12 a 15 de junho de 2021.