Nunca faça o bem sem olhar a quem, poderá se arrepender e muito

0
190

Dia dos Namorados

Olhos nos olhos, coração acelerado.
A sensibilidade nem sempre acima da pele há relacionamento distante, morno ou até mesmo aqueles que se vive por viver.
No entanto existem os tórridos, selvagens, contudo envolventes e misteriosos, que fazem você pensar que passeia pela Via Láctea.
Ficar junto é para todos, amar é para poucos.
Muitos nem sabem.
Brinde a noite no Piccolino, no Tuka Lanches, ou no Sushi Restaurante, e ainda almoce no Braseiro Central.
Com uma delicada passagem pelo Reis Conveniência Bar, um toque ameno e certeiro no Pena Verde, ou levantar a taça amorosa no Mercatto.
Os locais já são atraentes, contudo o amor tornar-se-á muito mais tórrido.
E chique.

Atenção

Falar e dirigir com o telefone celular no trânsito além de ser caipira é descumprir as regras de cidadania, algo que muitos fazem.
Se precisar falar tanto no telefone com alguém pare o carro e faça ruído parado.
Educação se mede também pelo respeito e consideração com o semelhante.
Não faz mal a ninguém, muito pelo contrário.
E cabe em qualquer lugar.

Contra o vento

Graças à sua atenção e competência até mesmo no inverno, que surgiu de repente acompanhado de uma chuva gelada, a Sorveteria Zero Grau dirigida pela colunável Solange Silva Nascimento Silva tem conseguido o objetivo junto ao consumidor.
Na avenida Prefeito Quincas Guimarães, Jardim Claudia.

Passeio

Dia desses, Amanda Almeida e amigos, curtiram um delicioso e animado happy hour em um badalado barzinho na cidade de Ribeirão Preto.

(…)

Leia mais na edição nº 9996, de 11, 12 e 13 de junho de 2016.