O abraço que fala

0
401

A foto que dispensa legenda. Roberto Arutin, Manoel Vasco, Foguinho e Fernando Galvão na inauguração do Senac. No detalhe, a placa da homenagem da instituição ao ex-prefeito, assinada por seu presidente Abram Szajman.

Empatia

A conversa entre o prefeito Lucas Seren, o coordenador de Acessibilidade, Leandro Lauriano, o Lão, e a palestrante Alessandra Trigo pôde correr solta com esse simples gesto que facultou o olho no olho.

O mais puro merecimento

O semblante surpreso de José Geraldo da Silveira Mello ao receber o ‘Coração Diamante’ em forma de diploma e medalha das mãos de Luiz Antônio Zardini, do Hospital do Amor, dizem tudo sobre este grande fazedor da causa ‘Direito de Viver’, em 15 anos de trabalho ininterrupto.

Frase da semana

“Princípios são difíceis de seguir porque não admitem exceções. Mas eles nos dão uma moeda preciosa: respeito próprio.”

Michael Kepp, jornalista e escritor norte-americano, radicado no Brasil há 38 anos.

Somos todos aplausos

Em 18 de setembro, a Sicoob Credicitrus em comemoração aos seus 38 anos e aos dois anos do Instituto Credicitrus, nos presenteou com o concerto “Somos Todos. Somos um”, transmitido online pelo Youtube do instituto, em parceria com a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. A participação especial foi do cantor Gabriel Locher, que interpretou grandes clássicos da música internacional, como as inesquecíveis de Sinatra, e também canções da MPB que marcaram a minha e várias gerações. Foi emocionante. Quem não teve oportunidade de assistir, deve procurar o canal nas redes. Vale a pena.

Quem tem sorte…

O sorteado da campanha ‘IPTU Premiado’, em sua terceira edição do ano, foi nada menos que José Francisco dos Santos. A iniciativa do Departamento de Arrecadação e Tributos quer incentivar que os bebedourenses mantenham seus pagamentos do IPTU em dia e pra isso promove, pela Loteria Federal, o sorteio de smart TV led 40 polegadas. A entrega foi realizada pelo prefeito Lucas Seren, quando o empresário devolveu o prêmio ao prefeito, pedindo que ele o sorteasse entre os funcionários da Frente de Trabalho. Belo gesto.

E falando em gestos

No lançamento da Festa Direito de Viver de Bebedouro, na terça (28 de setembro), o Hospital de Amor, através de seus representantes presentes, homenageou o maior filantropo da cidade, quando o assunto é a manutenção do Hospital do Amor: José Geraldo da Silveira Mello. Foi-lhe concedida a medalha e o diploma “Coração Diamante” em reconhecimento e agradecimento por seus préstimos e empenho à causa.

Falando em gestos 2

Homem dos bastidores desta grande ação solidária que é a Festa Direito de Viver, José Geraldo não gosta de holofotes sobre si. A Gazeta é tão testemunha desta sua maneira humilde de encarar a vida, que até precisou mentir para que ele concedesse uma entrevista, que depois foi materializada na página Gente… Tudo sem o seu consentimento. Parabéns Zé Geraldo, sua emoção genuína ao receber a homenagem só corrobora o que pensamos sobre você.

Enquanto isso…

Aqui, na terra dos usurpadores do mérito alheio, tem uma fila de pretendentes eloquentes querendo tirar uma “casquinha” ao tomarem ciência de quão lindo era o filho que nasceu. Estou me referindo ao prédio do Senac, entregue a Bebedouro, na semana que passou, dia 24 de setembro, quando a partir disso, surgiram áudios, vídeos e até discurso na Tribuna da Câmara, dizendo-se serem os responsáveis pela obra e até pela vinda da instituição para Bebedouro.

Enquanto isso 2…

Interessante que lá atrás, no início da obra cujas fundações resultaram em desabamentos na escola vizinha, Conrado Caldeira, não apareceu nenhum destes que agora se arvoram como pais da criança, para ajudar na solução do imbróglio. A não ser este, o verdadeiro mentor, que a própria instituição resolveu homenagear, com placa e tudo, e que os opositores de plantão não querem de jeito nenhum admitir seu mérito. Como diz sabiamente meu amigo Mariano, “que fase!”, que completo: inveja em Bebedouro cresce mais que erva daninha. Mas de uma coisa podem ter certeza, com 97 anos, a Gazeta de Bebedouro é a memória que alguns insistem em deixar de lado. E sempre que preciso for é exatamente às suas páginas que recorremos para resgatar os registros da nossa história.

Publicado na edição 10.614, de 2 a 5 de outubro de 2021.