O DCA e o aprendiz

0
108

Teve início na segunda-feira (8), as aulas para a quarta turma do projeto “Força Aprendiz” desenvolvido pelo DCA – Desenvolvendo a Criança e o Adolescente, em parceria com as cooperativas Coopercitrus, Credicitrus e Unimed, os representantes de cada cooperativa estiveram presentes para das as boas vindas aos aprendizes.
O curso, que tem duração de 15 meses, já está com a turma de aprendizes definida.
Ela será composta por 20 jovens selecionados pelas próprias cooperativas participantes do projeto. Com seis horas de aulas semanais, os jovens receberão além da formação técnica, a formação humana.
O objetivo do projeto é colocar em prática a Lei da Aprendizagem (10.097), segundo a qual toda empresa é obrigada a empregar um número de aprendizes, com idade entre 14 e 24 anos, proporcional ao número de empregados registrados. Nas cooperativas os adolescentes trabalham com carteira assinada, usufruindo todos os direitos previdenciários e são supervisionados em suas tarefas, atuando em setores diversos.
O DCA é uma das poucas organizações da região que desenvolvem o Programa de Aprendizagem, habilitado no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que une a formação técnica à formação humana da qual os principais conceitos trabalhados são cooperativismo e cidadania, com incentivo ao protagonismo.
“Aqui os jovens terão oportunidade real de crescimento pessoal e profissional. O DCA entra com todo o conhecimento humanístico, sua bagagem de 27 anos lidando com o fortalecimento dos adolescentes, a parceria com o Imesb suplementa o ensino destes jovens com informação superior e de qualidade e as Cooperativas com todo conteúdo prático, além da real oportunidade de oferecer a este jovem uma entrada digna no mercado de trabalho. Com isto todos ganham, principalmente os Jovens de Bebedouro.” (Luciana Gübel – Coordenadora Pedagógica de Projetos do DCA)

Evento do DCA.

 

Parcerias

Alunos da escola estadual Tuffi Madi e crianças de bairros adjacentes à passarela do km 450+900 da Rodovia Washington Luís (SP 310), em Mirassol, tiveram uma manhã de brincadeiras e informação na terça (dia 9), das 8h30 às 11 h, durante mais uma edição do “Na Passarela tem Graça”.
O principal objetivo desse projeto foi despertar o interesse das crianças para a questão da segurança nas rodovias e torná-las multiplicadoras das informações. Ao longo da manhã, as crianças usufruíram de cama elástica, tobogã inflável, além de pipoca, algodão-doce, água e refrigerante.
As polícias Municipal, Militar e Militar Rodoviária participam ativamente do projeto, atuando no policiamento do trânsito e auxiliando na travessia monitorada das crianças pela passarela.
O “Na Passarela tem Graça” ingressou no cronograma de ações sociais da concessionária em 2004 e, desde então, já atendeu a cerca de 3,5 mil crianças nas passarelas onde há maior travessia de pedestres.
A concessionária é responsável pela administração das rodovias Washington Luís (SP 310), de São Carlos a Mirassol, Brigadeiro Faria Lima (SP 326), entre Matão a Bebedouro e Carlos Tonani/ Nemésio Cadetti/ Laurentino Mascari (SP 333), de Sertãozinho a Borborema.

 

(…)
Leia mais na edição n° 9462, dos dias 12 a 15 de outubro de 2012.