O papel do farmacêutico clínico na assistência à saúde

Luiz Antônio da Assunção

0
10

O farmacêutico clínico vem ganhando cada vez mais destaque no cenário da saúde, atuando de forma direta no cuidado ao paciente e contribuindo significativamente para a melhoria dos resultados terapêuticos. Este profissional é essencial não apenas na dispensação de medicamentos, mas também na orientação, monitoramento e personalização dos tratamentos.

Podemos dividir esse papel  em seis grupos:

1) Acompanhamento farmacoterapêutico, sendo o farmacêutico clínico responsável pelo acompanhamento, garantido que os pacientes utilizem seus medicamentos de maneira correta e eficaz . Isso inclui avaliação de prescrições, identificação de interações medicamentosas, ajustes de doses e educação dos pacientes sobre a importância da adesão ao tratamento, com racionalidade.

2) Educação e orientação são funções cruciais do farmacêutico clínico. É a educação em saúde, orientando o paciente sobre o uso adequado dos medicamentos e os possíveis efeitos colaterais. Essa orientação contribui para a prevenção de erros de medicação e melhora a adesão ao tratamento.

3) Interação multidisciplinar onde o farmacêutico clínico trabalha em conjunto com outros profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas etc. em um modelo de atendimento multidisciplinar. Esta colaboração é vital para a construção de um plano de cuidado integral e personalizado para cada paciente, potencializando os resultados clínicos.

4) Gerenciamento de doenças crônicas onde pacientes com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, dislipidemias, depressão, beneficiam-se enormemente do suporte contínuo do farmacêutico clínico, que auxilia na monitorização dos parâmetros clínicos, ajusta terapias e identifica precocemente possíveis complicações, promovendo controle mais efetivo da condição do paciente.

5) FarmacoVigilância que significa a monitorização dos efeitos adversos dos medicamentos após sua comercialização, outra área onde o farmacêutico clínico desempenha papel crucial. Nesse trabalho analisam-se reações adversas, contribuindo para a segurança dos medicamentos e para a proteção da saúde pública. Sem reconhecer efeitos adversos, muitos pacientes recebem mais um medicamento, entendendo que este paciente apresenta novo problema de saúde.

6) Com atendimentos em unidades de saúde, em hospitais e clínicas, os farmacêuticos clínicos participam diretamente no planejamento e execução dos tratamentos, além de colaborar em rondas clínicas, visitando o leito do paciente, e comissões de farmácia e terapêutica. Sua expertise é fundamental para a escolha de terapias seguras e eficazes .

Benefícios para o sistema de saúde 

Redução de custos: a atuação do farmacêutico clínico pode reduzir custos relacionados a internações hospitalares e tratamentos inadequados, através da prevenção de complicações e melhora na adesão aos tratamentos.

Melhoria nos resultados clínicos: com acompanhamento mais próximo, os pacientes tendem a apresentar melhores resultados clínicos, menor incidência de reações adversas e maior satisfação com o tratamento.

Fortalecimento da relação paciente-profissional de saúde: o contato regular e a confiança estabelecida entre o paciente e o farmacêutico clínico contribuem para um cuidado mais humanizado e eficaz.

Enfim, o farmacêutico clínico é a peça chave no sistema da saúde, cujo trabalho vai muito além da simples dispensação de medicamentos. Sua atuação é essencial para garantir a segurança, eficácia e racionalidade no uso de medicamentos, promovendo a saúde e o bem-estar dos pacientes. O reconhecimento e a valorização deste profissional são fundamentais para o avanço da assistência farmacêutica e a melhoria continua dos serviços de saúde.

Talvez você ainda não conheça os serviços do farmacêutico clínico, gostaria de convidá-lo a conhecer. O melhor momento para conhecer esses serviços farmacêuticos é antes mesmo de desen. Além da prevenção, se você já faz uso de algum tipo de medicamento, o acompanhamento farmacoterapêutico é essencial, o que pode ajudar a evitar problemas relacionados ao uso contínuo de medicamentos, garantindo que você esteja utilizando-os da maneira mais segura e eficaz possível.

A clínica farmacêutica é para quem deseja cuidar da saúde e também receber orientações personalizadas, um suporte contínuo para melhorar sua qualidade de vida.

Saúde, saúde, saúde!

(Colaboração de Luiz Antônio da Assunção, farmacêutico clínico (CRF 23.110), pós-graduado em acompanhamento farmacoterapêutico, pós-graduado em gastroenterologia funcional e nutrigenômica).

Publicado na edição 10.851, quarta, quinta e sexta-feira, 19, 20 e 21 de junho de 2024