Para toda mudança é necessário adaptação

0
61

Obras de duplicação da Rodovia da Laranja será benéfica para todos, mas exigirá sacrifício também de todos.

Recomeçam os trabalhos de duplicação de 2,5 km do trecho urbano da Rodovia Armando de Salles Oliveira, paralisados para atender reivindicação da população por aprimoramento do projeto original. O saldo é positivo porque será ampliado o viaduto da rua Sergipe, será construída uma passarela e novo viaduto na avenida Raul Furquim.
Porém, até que tudo fique pronto, provavelmente no final de 2014, será necessário muita paciência da população, principalmente dos moradores da Zona norte, para suportar as alterações de trânsito.
Os problemas começarão com a destruição e reconstrução do viaduto da rua Sergipe, que obrigará desvio de tráfego de veículos e pessoas até que cada etapa da duplicação seja concluída.
É bom ressaltar que todo o trânsito de veículos da Rodovia da Laranja será desviado para a avenida marginal, no Jardim Cláudia, o que exigirá ainda mais jogo de cintura dos moradores.
De forma adequada, desta vez, o DER chamou a Prefeitura para ajudar nas interdições do perímetro urbano. Os departamentos de Engenharia, Tráfego e Promoção Social estarão juntos mediando o cronograma de obras, aos interesses dos moradores da Zona norte.
Tudo isto nos remete a outra obra importante para a cidade: o desassoreamento do Lago Artificial. O serviço é vital para evitar as constantes inundações que causaram tantos prejuízos e até mortes. Há quem reclame da demora, com suposta saudade do cartão postal da cidade, mas se o resultado evitará novas tragédias, que leve o tempo necessário… Mesmo porque, por só pensar na aparência, Bebedouro adiou muitas medidas desagradáveis, mas necessárias. Quem é impaciente, provavelmente até questionaria porque Deus fez o mundo em sete dias. É mais fácil reclamar do que entender. Ou fazer…

Publicado na edição nº 9619, dos dias 5 e 6 de novembro de 2013.