Pela primeira vez, ocupação hospitalar para pacientes graves fica abaixo de 80% nas regiões de SP

Estado repassa R$ 26 milhões para agricultores para cobertura de danos decorrentes de problemas climáticos.

0
53

Pela primeira vez em três meses, nenhuma região regrediu para etapas mais restritivas, com a maioria dos municípios do Estado na fase amarela, indicando estabilidade na evolução da pandemia do novo coronavírus. Bebedouro continua na fase laranja.

Na semana epidemiológica compreendida entre os dias 7 e 13 deste mês, a ocupação hospitalar média foi de 57,8% no estado. Nas médias regionais, em todas as 17 áreas de Departamentos Regionais de Saúde, o índice de ocupação hospitalar por pacientes graves contaminados pelo coronavírus ficou abaixo de 80%.
Sem mudanças em relação à semana passada, a classificação vigente do Plano São Paulo tem apenas as regiões de Franca e Registro na fase vermelha, com restrição total de atendimento presencial em serviços não essenciais. Na fase laranja, estão às áreas de Barretos, Presidente Prudente e São José do Rio Preto, além das sub-regiões Norte e Oeste da Grande São Paulo.
As regiões de Araçatuba, Araraquara, Baixada Santista, Bauru, Campinas, Marília, Piracicaba, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, Sorocaba, Taubaté e as sub-regiões Leste, Sudeste e Sudoeste da Grande São Paulo, além da capital, estão na etapa amarela.
Testagem – A Secretaria de Saúde realizou, até o momento, mais de 3 milhões de exames para diagnóstico do novo coronavírus e ampliou em 3.000% a média diária de testagem.
O balanço, apresentado na coletiva de imprensa de sexta-feira (14), indica que desse total, 41,6 mil foram realizados em março (média diária era de 1.300 exames); 150,8 mil em abril (5 mil testes por dia); 438,1 mil em maio (13,8 mil testes diariamente); 867,8 mil em junho (28 mil exames diários) e 1,2 milhão em julho (40 mil testes por dia). Balanço preliminar de agosto, aponta 277,2 mil exames.
A testagem em massa auxilia na condução das estratégias para reduzir a transmissão do coronavírus. A partir do momento em que um paciente tem um diagnóstico positivo, ele é isolado. Soma-se a isso o monitoramento das pessoas com quem ele teve contato, contribuindo para a identificação de novos casos suspeitos, ou seja, pessoas com sintomas como tosse seca, febre e falta de ar.
Recursos para agricultura – O vice-governador Rodrigo Garcia repassou, na sexta-feira (14), R$ 26 milhões para os agricultores do Estado para cobrir danos decorrentes de problemas climáticos.
O programa é uma medida de apoio aos produtores rurais que, durante a pandemia, seguem garantindo o abastecimento e a segurança alimentar da população. De acordo com as regras do projeto, os recursos poderão ser acessados até R$ 25 mil reais por beneficiário (CPF), sendo que o produtor rural poderá receber a subvenção estadual para mais de uma cultura e ou atividade, durante o mesmo ano civil.
“O agro paulista não parou graças aos esforços dos produtores rurais que continuaram empreendendo durante este período. Precisamos cada vez mais apoiar este setor, garantindo que ele possa operar com a menor interferência possível, e o seguro rural tem um importante papel neste processo”, declarou o secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira.
Poupatempo – A partir de quarta-feira (19), o Poupatempo inicia a reabertura gradual de unidades de atendimento do programa. Os agendamentos para quem precisa realizar serviços presenciais estará disponível no portal (www.poupatempo.sp.gov.br) e aplicativo (Poupatempo Digital), sempre um dia antes da reabertura dos postos.
Outra novidade é que, a partir de agora, o Poupatempo vai incorporar os atendimentos prestados pelo Detran/SP. Todas as cidades que têm postos do Poupatempo passam a realizar serviços relacionados à CNH, veículos e infrações do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo, nas unidades do Poupatempo.
Esta primeira etapa de reabertura priorizará apenas o que houver exigência presencial, como primeira emissão de CNH e expedição de RG, por exemplo. A reabertura das unidades segue as diretrizes da aderência ao Plano São Paulo, com a flexibilização permitida apenas para cidades que estiverem nas fases amarela e laranja, e com fluxo de pessoas equivalente a 30% da capacidade de cada unidade. A unidade do Poupatempo em Bebedouro está prevista para reabrir em 23 de setembro.
Quarentena – Em isolamento residencial há três dias após testagem positiva para coronavírus, João e Bia Doria estão seguindo os protocolos médicos, e devem permanecer em observação pelos próximos 10 dias. Tanto o governador quanto a primeira dama do Estado estão assintomáticos e recebem acompanhamento do médico infectologista David Uip.

 

Publicado na edição nº 10510, de 15 a 18 de agosto de 2020.