Perspectivas para 2022

0
63

Estamos em meados de dezembro e mais um ano se encerrará em breve. Mais um ano repleto de desafios, retomadas, resiliência e, para alguns, oportunidades. O bom do calendário gregoriano é que temos a sensação constante de inícios e fins, o que traz esperança aos desiludidos com 2021, na expectativa por um ano novo e melhor.

No campo da estratégia, do planejamento e das perspectivas para o 2022 que em breve terá início, cabem aqui alguns comentários acerca dos principais eventos e acontecimentos que ocorrerão no próximo ano e que, por certo, impactarão a vida de todos. Claro, a vida é dinâmica e muitos imprevistos e surpresas ocorrerão em 2022, eventos estes que não podem ser previamente analisados. Há, contudo, alguns fatos que, faça chuva ou faça sol, acontecerão no ano vindouro.

Inicialmente, no campo econômico, há alguns importantes indicadores em destaque. Espera-se, por ora, para 2022, uma inflação de 5% – acima, portanto, da meta do Conselho Monetário Nacional de 3,75% ao ano e dentro da variação positiva de até 5,25% ao ano – e um crescimento do Produto Interno Bruto da ordem de 0,51%, com Taxa SELIC de 11,25% ao final do próximo ciclo. São números que indicam inflação elevada, porém dentro das expectativas, com crescimento tímido e abaixo da média dos países emergentes, colocando em dúvida a retomada da economia no pós-pandemia, além de juros altos, que dificultam o consumo, o investimento e a obtenção de crédito.

Há no radar também a realização de leilões de ferrovias, a discussão sobre privatização dos Correios e da Eletrobrás (possivelmente, com pouco progresso em ano eleitoral) e a renovação ou licitação de contratos de concessão de rodovias, portos e aeroportos importantes do Sudeste, o que pode impactar os custos de frete e liberar gargalos logísticos. No mais, no campo dos eventos globais e macroeconômicos, espera-se para 2022, a persistência da pressão sobre os preços de combustíveis fósseis, uma agenda cada vez mais forte dos investimentos com pegada ESG (meio ambiente, social e governança) e a necessidade de adaptação das fontes de energia às matrizes renováveis.

No âmbito esportivo, destacam-se no próximo ano a realização da Copa do Mundo de futebol no Catar, nos meses de novembro e dezembro em razão das condições climáticas do país-sede, bem como a realização dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim, dos mundiais de vôlei (masculino e feminino), de esportes aquáticos e de atletismo (pistas coberta e aberta). Haverá, também, mundo afora, a realização de competições pouco conhecidas em nosso país, como os Jogos da Comunidade Britânica, ou de menor apelo comercial e de público, como os Jogos Mundiais Universitários, que revelam os campeões olímpicos do amanhã.

No âmbito político, contudo, é que reside o evento que promete mais impactar a vida e o cotidiano dos brasileiros. Em 2022, haverá eleições gerais, em outubro, para escolha do(a) próximo(a) Presidente da República, dos Governadores dos estados e do Distrito Federal, bem como dos Senadores da República, dos Deputados Federais e de seus pares estaduais. Serão, portanto, escolhidos e eleitos os representantes do Povo para funções executivas e legislativas de grande importância para o país e nossa jovem e combalida democracia.

Reitera-se que as projeções econômicas aqui apontadas são, como o próprio termo indica, meras projeções, que podem se concretizar ou sofrer alterações conforme os andamentos da economia e do mercado. Há, no entanto, a agenda posta para 2022, especialmente quanto às eleições e o encontro do eleitor com a urna em outubro próximo, evento este que certamente tomará corpo no ano que se aproxima, com a expectativa de que desperte paixões, debates e acirrada disputa por poder e influência. Neste contexto, é importante que os elementos aqui trazidos para análise, de natureza econômica, esportiva e, principalmente, eleitoral, sejam colocados em perspectiva para fins de tomada de decisões e planejamento visando o ano que se aproxima. Que seja um ano profícuo para todos, e que renovemos as esperanças de um 2022 de bençãos, vitórias e conquistas.

(Colaboração de José Mário Neves David, advogado e administrador de empresas. Contato: jd@josedavid.net)

Publicado na edição 10.631 de 11 a 14 de dezembro de 2021.