Planejar é preciso

Gino Gragnani

0
84

“Se você consegue sonhar algo, você consegue realizar!” essa frase de Walt Disney que é bastante inspiradora, também é a mais pura realidade.

A base de toda grande jornada e todas as grandes conquistas certamente está na capacidade do ser humano sonhar e de ser visionário, e não é diferente nos negócios.

No entanto, uma vida de sucesso não se baseia só em sonhos! Eles são imprescindíveis é verdade, mas para torná-los realidade é fundamental ter um excelente planejamento, com metas e objetivos realistas e claros.

Por exemplo, de que adianta ter um veleiro e saber navegar se você não tem uma rota e não sabe para onde quer ir!

Quem não conhece a família Schurmann e suas viagens pelo mundo a bordo de um veleiro?  Enganam-se aqueles que pensam que o sucesso deles ocorreu apenas por uma vontade de uma loucura impensada.  Segundo o capitão Vilfredo Schurmann foram 10 anos de planejamento em terra. Aulas na Marinha, cursos de primeiros-socorros, técnicas básicas de odontologia, campeonatos de vela em oceano. Isso sem contar toda a logística financeira.

E no mundo dos negócios é comum encontrarmos empresário que às vezes mal sabe “onde está”!   Deixar a vida levar, seguir apenas a favor do vento, não é uma opção.

Tenho  a oportunidade de conversar com muita frequência com empresários de pequenas e médias empresas e o que noto é que muitos deles temem que o planejamento possa deixar suas empresas inflexíveis, e que isso pode ser uma perda de tempo importante.

O fato de adotar o planejamento estratégico como ferramenta de gerenciamento de sua empresa, não significa engessar a tomada de decisões, mas sim dar um sentido maior e apoiar na tomada de decisão!  Sempre com foco no propósito, ou se quisermos ser mais poéticos, nos sonhos!

Como diz Peter Drucker, “O pai da administração moderna”: “Planejamento de longo prazo não lida com decisões futuras, mas sim com o futuro de decisões do presente”

Assim, não planejar significa ser escravo do trabalho com muitas obrigações e sem conhecer com exatidão se os resultados conquistados são consistentes ou se são os melhores que poderiam ser alcançados.

Às vezes, a sorte pode levar um ou outro afortunado a conquistar o sucesso profissional, financeiro ou pessoal, mas depender da sorte não é uma boa escolha, é como jogar na loteria da mega sena, as chances são de 1 em 50 milhões!

Portanto, mesmo sabendo aonde se quer chegar, possuir sonhos e objetivos não é suficiente. É preciso ter muita determinação e investir uma parte de seu tempo e o da sua equipe no planejamento estratégico de seu negócio.

Planejar é essencial para o uso racional dos recursos de uma empresa e para construir um negócio sustentável e próspero. Não importa o tamanho da empresa, nem o tempo de sua existência, afinal os ambientes de negócio se modificam o tempo todo. Novas tecnologias, novos hábitos de consumo, novas demandas e tendências estão sempre surgindo.

E é preciso estar atento a tudo isso e revisar constantemente a forma como se faz tudo isso, ou seja, seus processos de produção, de atendimento de clientes, de gestão de pessoal, etc.

Muitos empreendedores se baseiam na sua intuição e na experiência vivida para conduzir os seus negócios, e isso não está errado! O equívoco está em depender apenas disso para tocar o barco!

É preciso colocar esta intuição no papel e compartilhar com todos os envolvidos no processo! Estudar os perigos em potencial que você pode enfrentar e também as oportunidades que podemos ter e nos beneficiar.

Analisar os pontos fortes e fracos, buscar soluções para os fracos e potencializar os fortes. Olhar de forma diferente, abrir os horizontes!

Ter clareza dos mercados que se quer atender, conhecer profundamente os clientes, suas necessidades, anseios e receios para criar e desenvolver produtos e serviços diferenciados e processos mais eficientes que atendam as demandas esperadas pelo mercado.

E aqui uma dica importante! Muita atenção com as pessoas! São elas que compram, usam e falam de sua empresa, é preciso conhecê-las se você quiser encantá-las e deixá-las satisfeitas com o que você oferece. Não podemos deixar de recomendar também que estejam atentos a conquistar novos clientes sem deixar de manter os atuais, cuidando sempre de garantir a sua satisfação!

Identificar e monitorar a concorrência faz parte de um bom planejamento estratégico, saber onde eles são bons e onde são frágeis e que caminho estão seguindo é fundamental!

E não se esqueça de avaliar, capacitar e motivar a sua equipe, afinal é a equipe que executa as atividades do planejamento estratégico e o coloca em marcha.

Dar conhecimento do objetivo e de onde se deseja chegar e como isso será alcançado, dando significado às atividades da equipe é uma das etapas mais importantes do planejamento de qualquer organização. Ter um alinhamento com a equipe ao redor de um propósito inspirador associado a boas práticas de gestão de pessoas é garantir pelo menos 50% do sucesso da jornada!

E por fim, mas não menos importante, tenha atenção e controle sobre as despesas e investimentos, isso também é planejamento, pois no mundo dos negócios nada substitui o lucro.

Embora possa parecer difícil e complicado, planejamento estratégico  é necessário para qualquer organização que tenha ambições de crescer de forma sustentável e se destacar no mercado, independente do  ramo de atividade.

Se necessário, podemos buscar ajuda em especialistas nesse assunto que poderão ajudar os empreendedores que desejam dar um salto nos seus resultados e passar para um degrau superior na sua gestão, equacionando suas dificuldades na área.

(Colaboração de Gino Gragnani, engenheiro agrônomo pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiros da USP, Pós graduado em gestão estratégica e econômica de negócios pela FGV e consultor associado  da Certh Consultoria Empresarial).

Publicado na edição 10.639, de 26 a 28 de janeiro de 2022.