Portal de notícias G1 publica: Presidente do TSE diz que ‘ficha suja’ que recorreu ‘provavelmente’ perderá

0
330

O site de notícias da Globo, G1, publicou na noite de sexta-feira (5) entrevista com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia. Mais de 2 mil candidatos a prefeito e a vereador em todo o Brasil têm o registro de candidatura questionado no TSE com base na lei da Ficha Limpa e, por isso, aguardam decisão do tribunal sobre se poderão assumir os cargos caso sejam eleitos. Segundo a ministra, os candidatos que impetraram recurso no TSE já tiveram o registro indeferido pelo juiz de primeiro grau e pelo tribunal regional eleitoral do estado. Portanto Cármen Lúcia diz que são grandes as chances de que o registro de candidatura também seja rejeitado pelos ministros do TSE. “Se ele [candidato] já teve decisão em uma ou duas instâncias – o juiz eleitoral indeferiu, ele foi ao TRE, e o TRE indeferiu – ele vem ao TSE. Estando contrário a uma diretriz, provavelmente ele vai perder. Isso é importante que os eleitores tenham em mente”, disse a presidente ao G1.
A ministra ressaltou ainda que muitas vezes o político que recorre está perdendo e quer adiar um resultado negativo. “É como um jogo de futebol. Quem está perdendo não quer que o jogo acabe. Quem está ganhando diz: ‘Ô seu juiz, como é que é? Está demorando’. É o mesmo jogo. Quem está perdendo, tem o pedido indeferido. Ele continua entrando com recurso, com cautelar. Quem está com pedido deferido, coligação ou partido que eliminou o adversário, está querendo que acabe”, explicou a presidente do TSE.

 

Publicado na edição n° 9459, dos dias 6 e 7 de outubro de 2012.