Um gol da Imesp

José Renato Nalini

0
55

A pandemia acarretou consequências de variada ordem no Brasil e no mundo. Natural o desalento ante o mistério de um vírus microscópico de tamanha potencialidade letal. Alguns contaminados são assintomáticos. Outros têm leve indisposição. Outros ficam gravemente enfermos. Muitos morrem. Tudo ainda incerto e imprevisível.

O clima de apreensão e desalento precisa ser combatido com derivativos e compensações. Uma destas é a incursão pela cultura e, principalmente, pela memória. Os gregos já diziam que o sofrimento se atenua com a lembrança de dias felizes. Esse lema epicurista de certa forma está presente na louvável iniciativa da gloriosa Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, cuja carreira na edição de obras esplêndidas é nacional e internacionalmente reconhecida, de publicar a Coleção APL-Perfis Biográficos.

O Presidente André Arruda e a Diretora Administrativo-financeira Izabel Camargo Lopes Monteiro encaminharam aos imortais da Academia Paulista de Letras os sete primeiros volumes da coleção que tem por objetivo eternizar os patronos e integrantes da Casa de Cultura por excelência de São Paulo, a Academia Paulista de Letras.

Os sete primeiros livros contemplam a biografia de José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca, Monteiro Lobato, Alexandre de Gusmão, Vicente de Carvalho, Rubens Teixeira Scavone, Nuto Sant’Anna e Washington Luis, de autoria do Presidente da APL, de Gabriel Chalita, Synésio Sampaio Góes Filho, Ignácio de Loyola Brandão, Márcio Scavone, José de Souza Martins e Célio Debes.

Primorosa publicação, com capa de Fernando Lemos, trabalho eficiente e incansável de Cecilia Scharlach, Carla Fortino e Andresa Veronese, além de recuperar uma trajetória exitosa, a vida de uma Instituição que desde 1909 se devota ao cultivo do vernáculo, da literatura e da cultura bandeirante, ainda é motor de inspiração para a juventude brasileira.

Em momentos de crise, nada como mergulhar no passado e encontrar motivos para revigorar o orgulho de ser brasileiro, manancial fecundo na vida dos imortais paulistas.

Um verdadeiro Gol da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo e sinal de sua vitalidade, além do seu compromisso com a publicação de qualidade.

(Colaboração de José Renato Nalini, Reitor da Unoregistral, docente da Pós-graduação da Uninove e Presidente da Academia Paulista de Letras– 2021-2022).

Publicado na edição 10.586, de 16 a 18 de junho de 2021.