Autonomia a diretores é a
1ª medida de Lucio Mauro

0
142

Para o novo diretor, a chefia de Gabinete precisa dividir funções e problemas com os respectivos diretores.

Em entrevista exclusiva a Gazeta, o ex-diretor do Depto.de Esportes, Lucio Mauro dos Santos, nomeado pelo prefeito Italiano para ocupar o cargo de diretor de Gabinete, conta quais foram as primeiras medidas que tomou à frente do cargo e porque acha que foi escolhido pelo prefeito, para ocupar este cargo de extrema confiança. Ele faz um balanço sobre os problemas da prefeitura e sobre os Jogos Regionais. Ele também esclarece denúncia feita à Gazeta sobre o evento. Questionado se ajudará na campanha pró-reeleição de Italiano, ele afirma que não participará e que na Prefeitura todos deverão estar atentos à função que ocupam.

"Tudo estava centralizado no Gabinete. O principal problema era a falta de distribuição de responsabilidades entre os departamentos municipais".

 

GB – O senhor assumiu a diretoria de Gabinete desde o falecimento de Regiane Jatubá. Qual será sua estratégia para dar sequência ao trabalho dela? Tem alguma emergência?
Lucio Mauro – Neste primeiro momento, realizamos uma reunião com todos os diretores, onde foi lançado o meu nome. Posteriormente, criamos um espaço no período da manhã, para conversar com todos os diretores sobre os respectivos problemas dos departamentos. Os diretores terão total autonomia para se responsabilizar pelos seus departamentos. Caso eles sintam alguma dificuldade maior, a direção do Gabinete estará sempre disponível. Até agora estamos coletando informações. Todos os despachos que irei fazer em nível de Gabinete, estarão presentes o Depto. Jurídico e o diretor da solicitação. O Depto. Jurídico irá analisar se pode ser feito.

GB – Porque você acha que foi escolhido pelo prefeito para ocupar este cargo de extrema confiança?
Lucio Mauro – Uma coisa que me deixou satisfeito é que nosso grupo de trabalho composto por todos os diretores, já vínha realizando um trabalho dentro do Esporte. Na realização dos Jogos Regionais, envolvemos todos os órgãos como Saúde, Educação e Trânsito. Esta aproximação com todos os deptos. fez com que o meu nome se tornasse forte, na colocação do prefeito. Ele sentiu-se à vontade de estar me lançando neste primeiro momento. Quando ele me ofereceu a cadeira, me senti a vontade porque recebi dos demais diretores, esta aceitação.

 

(…)
Leia mais na edição n° 9433, dos dias 4, 5 e 6 de agosto de 2012.