Bebedouro tem 175 casos de Covid-19 em cinco dias

Em 24h, foram 55 registros; prefeitura vai vacinar em supermercados e na rua do comércio neste sábado, além da feira no domingo.

0
60

Desde a última atualização dos casos de Covid-19 feita pela Gazeta, na última sexta (8), Bebedouro registrou 175 casos da doença até quarta-feira (13). Em relação a terça (12), foram registrados 55 casos em 24h.

Eram sete os internados pela doença: um na enfermaria do Hospital Municipal; cinco no Hospital Estadual, sendo quatro na enfermaria e um na UTI; e um na enfermaria da rede privada.

Neste fim de semana, haverá vacinação nos supermercados (Savegnago, Sesé, Compre Bem e Iquegami) e na rua do comércio no sábado (16), das 8h ao meio-dia, e na Feira Livre no domingo (17), das 6h às 11h.

Segundo Thaís Teixeira, coordenadora da Vigilância em Saúde, o número de faltosos da vacina é parecido com o do último boletim: 3.800 sem a segunda dose e quase 19 mil sem a de reforço. O número tende a aumentar porque a quarta dose será contabilizada junto com a terceira.

Eletivas

A secretária da Saúde, Silvéria Larêdo, confirmou que a realização de cirurgias eletivas está atrasada em Bebedouro. O assunto surgiu na sessão da Câmara, na segunda (11). “Em função da pandemia e outras razões que desconheço antes da minha gestão, muitas cirurgias foram canceladas. Com isso, gerou-se uma grande lista de espera, em especial de cirurgia geral, oftalmológica, ortopédica e urológica”.

A secretária afirma que houve tentativas de retomada em 2021, especialmente em outubro, quando a situação parecia mais tranquila. Mas um novo aumento de casos demandou leitos, anestésicos e medicamentos. Só foi a partir do início de abril que oito cirurgias, em média, passaram a ser marcadas no Hospital Municipal, sem contar urgências, emergências e partos.

“Começamos com as cirurgias gerais, mas já contratamos urologistas e acreditamos que, em pouco tempo, iniciaremos as cirurgias nesta especialidade”. No momento, não há demanda reprimida para as oftalmológicas.

Ela lembra que o Hospital Municipal não faz cirurgias de alta complexidade e casos com comorbidades são encaminhados a Barretos.

Publicado na edição 10.660, de sexta a quarta-feira, de 15 a 20 de abril de 2022.