Confira a capa da Gazeta, edição de nº 10488, de 23 a 29 de maio de 2020

Maior crescimento de óbitos por Covid-19 está na região de Barretos

0
34

Apesar do maior número de infectados pela Covid-19 ainda concentrar-se na Região Metropolitana de São Paulo, o contágio cresce em ritmo quatro vezes mais rápido no interior, aponta levantamento do Governo de São Paulo.
A pesquisa ‘Rotas e Riscos da Covid-19 no interior paulista’, da Unesp, divulgada ao fim de abril, apontava que o interior estava a três semanas para registrar crescimento tão expressivo de casos, quanto na capital. Em 4 de maio, exatas três semanas após divulgação do estudo, dados mostram que o número de casos cresce quatro vezes mais no interior.
De 30 de abril a 18 de maio (segunda-feira), os casos positivos na região administrativa de Barretos aumentaram 184%, passando de 69 casos, para 196. Já o aumento de óbitos na região é o mais alto (+ 267%), passando de três mortes para 11.
Para o coordenador do Centro de Contingenciamento e diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, “agora, o interior vive o que a capital já viveu, em termos de velocidade da epidemia, podendo alcançar a ‘velocidade de cruzeiro’, ou seja, por algum período, manterá o mesmo ritmo de contaminação e mortes, como ocorre na capital”.