Cumplicidade

0
390

 

Cumplicidade

Na entrega de sua última conquista, a de número 100, o então prefeito Galvão fez uma declaração pública de agradecimento à sua esposa Aline. Ganhou um abraço apertado.

Prontas
A primeira dama Cristiane Seren e a vice prefeita Sebastiana Tavares iniciaram roteiro de visitas pela Casa de Apoio São Camilo, em Barretos, que acolhe os pacientes com câncer em tratamento no Hospital de Amor. É assim que se alimenta corações solidários.

Homenagem
Dona Francisca Balardim completou nesta semana, 93 anos, com corpo e mente sãs. Frequentemente, dona Chica é citada nas páginas da Gazeta por seus ex-alunos como a professora inesquecível, da qual também é leitora fiel, o que nos motiva e enche de orgulho. Um brinde à sua saúde, dona Chica.

Frase da Semana

“A recordação de certa imagem não é senão saudade de certo instante”.

Marcel Proust (1871-1922), escritor francês.

Competição X Cooperação

As gerações das décadas de 1950, 1960, 1970, 1980 até quase a virada do milênio, influenciadas pelo capitalismo liderado pelos EUA, acreditavam que era preciso vencer a competição para ter acesso à chave do sucesso, e cada vez mais, neuroticamente, novos objetivos precisavam ser alcançados. Contrariando a imposição destas regras, os jovens veem nos ensinando que está na cooperação e não na competição, o verdadeiro sentido da vida.

Ubuntu, a filosofia africana, diz que “Sou quem sou porque somos todos nós” e acrescenta a pergunta: “Como um de nós pode ser feliz, enquanto todos os demais ficam tristes?”, na disputa pela cesta de doces. ”Melhor corrermos de mãos dadas e, ao final, dividirmos com todos, as delícias da cesta”, ensina a ética dos africanos. Reflexão para 2021.

 

Competição X Cooperação 2

A política de Bebedouro parece que avança nesse sentido. O prefeito Lucas Seren e o presidente da Câmara Jorge Cardoso, jovens e crédulos das relações humanas, têm alimentado a proposta de somar contribuições, mesmo dos outrora adversários. Segundo Lucas e Jorge, se seus oponentes são tão críticos ao que está sendo feito, melhor convidá-los a participar da corrida e dividir a cesta de doces, ao final. Não se tratando de neutralizar a oposição, mas de viabilizar a cidade.

 

Sem tempo a perder

A ONU anunciou 2021/2030 como a década do envelhecimento saudável com implantação de políticas e espaços amigos do idoso. ‘Cidades amigas dos idosos’ deve transformar-se em um movimento global. Bebedouro, com alta porcentagem de idosos na constituição de sua pirâmide populacional, poderia adotar o guia feito pela OMS e já testado no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro. Uma cidade amiga do idoso depende do engajamento de todos: governo, sociedade civil organizada, iniciativa privada, mídia e cada indivíduo, particularmente. Afinal, todos envelheceremos.

 

Férias inúteis?

Como diz Rubem Alves, só podemos gozar plenamente da felicidade “quando nos entregamos à deliciosa irresponsabilidade da inutilidade”. Por esta ótica, as férias coletivas impedidas neste ano de pandemia, de serem as férias cheias de viagens a locais incríveis para as postagens da felicidade, foram, na realidade, menos frustrantes quanto mais contemplativas daquilo que não vemos por estarmos sendo loucamente úteis na corrida contra o tempo. Não foram inúteis as férias da inutilidade.

 

 

Agenda

O Sebrae Aqui Bebedouro aceita inscrições para a trilha de Capacitação Empreendedora até sexta (22), voltada para 15 empreendedores e potenciais empresários que ainda não possuem CNPJ, com curso presencial de 25 a 29 deste mês, das 18,30h às 22,30h, na sede do Ganha Tempo do Empreendedor, no Sambódromo.

Pelos temas Gestão, Finanças, Empreendedorismo e Marketing digital, o objetivo é habilitar os empreendedores a buscar uma linha de crédito para investimento no negócio.

 

Excesso de arrogância

Trinta empresários que juntos empregam mais de 300 mil pessoas no Brasil oferecem-se ao Governo Federal para doar vacinas ao SUS, em compras de doses que imunizariam também seus funcionários e familiares. Através do ministro-chefe da Casa Civil Braga Netto, declinaram da participação da iniciativa privada, argumentando que o governo já tem 500 milhões de doses garantidas, suficientes para vacinar todos os brasileiros. Quem viver, verá.

Publicado na edição nº 10546, 16 a 19 de janeiro de 2021.