O sonho dos 234

0
232
(Divulgação)

Como disse o sábio poeta Raul Seixas na música Prelúdio, “Sonha que se sonha só. É só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade”. E as 234 famílias que sonharam com a casa própria chegam a elas, no Jd São Carlos, nesta próxima semana. Felicidade é enfim, o sonho que vira realidade.

(Divulgação)

 

Isolamento no exterior – A família de José Caldeira Cardoso Neto, em temporada nos EUA, não imaginou que enfrentaria a pandemia da outra América, que não a sua. Firmes e fortes, Neto, Carol e os três mosqueteiros, à distância, cumprem o isolamento e as restrições, como se aqui estivessem. (Arquivo pessoal)

 

Atrasado – Em comemoração ao Dia dos Avós, o avô fresquinho Fábio Camargo, com o pequeno Eduardo, que chegou em meio ao caos, para alegria dos pais Rodolfo e Flávia, renovando as esperanças neste mundo. Parabéns a todos os avós da família Pacheco Cardoso e seus netos lindos. (Arquivo pessoal)

 

Frase da semana:

“O roteirista do Brasil devia ser demitido”

Autor desconhecido, cuja frase circula nas redes sociais desde 2016.

 

Reverências
A ciência desenvolvida no mundo se superou quando o assunto é o novo Coronavírus. E o Brasil tem lugar nesse pódio. Para o professor da Unicamp, Luiz Carlos Dias, “Não é por acaso que essas vacinas serão testadas aqui. O Brasil tem o vírus circulante, alta taxa de transmissão e curva epidemiológica ainda ascendente, mas também possui muita experiência e competência em ensaios clínicos, tem uma base de ciência, tecnologia e inovação respeitada internacionalmente e tem o SUS, como estratégia de imunização”. Os céticos que coloquem suas garras no modo soneca porque vai dar certo e logo no começo de 2021, os grupos de risco já terão acesso às vacinas.

Às avessas
O mundo vive o fenômeno chamado de “Cultura do Cancelamento”, onde personalidades até então reverenciadas, são execradas porque ninguém escapa à sanha inquisitória das redes sociais. O fenômeno mereceu capa da revista Veja, e estejam vivos ou mortos, todos viram alvos. Os estragos atingem diferentes níveis, dos mais atenuados aos devastadores, capazes de destruir qualquer reputação. Da cantora Anitta ao jornalista William Wack ou o ator José Mayer, muitos brasileiros sofrem na pele, inclusive com cancelamento de trabalhos ou dispensas do emprego. Como já disse Chico Buarque: ”joga pedra na Geni…” E os que atiram as pedras hoje, na praça pública on line, são todos santos, justiceiros, mas sobretudo hipócritas.

Ativistas digitais
Dando sequência à lista de bebedourenses que se destacam nas redes pela eloquência do conhecimento, a deferência desta semana vai para a psicóloga Thaís Junqueira Franco, que dá ênfase nas mazelas da humanidade frente à pandemia; o advogado José Mário Neves David, também articulista da Gazeta, que tem se mostrado à frente, na discussão da reforma tributária especialmente a do agronegócio; o músico Rafael Valverde que traz alento aos nossos ouvidos, com seu bom gosto musical; e o psicólogo Francisco Bárbaro Neto, que traz a cada frase sua postada, uma reflexão de grande valia. Obrigada a vocês que garantem o bom senso nas redes.

Enquanto isso…
Ao invés de falarmos dos problemas de convivência dos casais no isolamento, vamos falar daqueles que têm na longevidade do amor eterno, seu trunfo. São eles: Marisa Izique e Rodolfo Mahle que comemoraram nesta semana, 47 anos de casamento; Ana Lucia Cardoso e Joaquim Martins Cruz que festejaram 46 anos juntos; Lúcia e Cardoso Filho que estão juntos há 43 anos; e o imbatível casal Antonio Gamboni e senhora Lucila que completaram 71 anos de união. Parabéns a todos.

Que prazer…
receber na Gazeta, um de nossos leitores mais assíduos para renovar sua assinatura. O médico Davi de Souza Bárbaro é a simpatia em pessoa. Culto, com conhecimento de causa, doutor Davi imputa ao desrespeito do homem pela natureza, como a causa da disseminação de novos vírus. Vírus que sempre existiram, mas até então, estavam restritos aos animais silvestres, que por sua vez, rumaram para centros urbanos em busca de sobrevivência. É o homem destruindo o planeta que tem para viver.

Juntos
A rede Savegnago lançou a campanha de aniversário ‘Juntos multiplicando o Bem’, na quarta (29 de julho), com prêmios semanais e distribuição de cestas básicas a entidades. A comemoração é pelos 44 anos da maior rede de supermercados do interior de São Paulo, que emprega 9,8 mil pessoas em suas lojas.

Aos negacionistas
Depois da morte do jornalista esportivo da SporTV, Rodrigo Rodrigues, aos 45 anos, por Covid-19 e trombose cerebral, vem o esclarecimento. Pacientes com Covid-19 podem sofrer alterações no padrão de coagulação sanguínea e, a partir disso, desenvolver tromboses arteriais e venosas e embolia pulmonar. Diante dessa constatação, pesquisadores da FCM (Faculdade de Ciências Médicas) da Unicamp e de outras 19 instituições de pesquisa – membros da Sociedade Brasileira de Trombose e Hemostasia (SBTH) e da Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH) – publicaram um guia de orientações para a prevenção, detecção e tratamento do tromboembolismo venoso em pacientes com Covid-19. Negacionistas se desesperam com a exposição da ciência.

 

Publicado na edição nº 10506, de 1º a 4 de agosto de 2020.