Vacinação contra gripe segue em domicílio

Segundo Vigilância Epidemiológica, foram montadas 16 unidades móveis, sendo uma para cada Unidade de Saúde, com equipe própria, para evitar aglomeração.

0
89
Evitando aglomerações - Aplicação da vacina em domicílio segue a lista de assistidos nas Estratégias de Saúde da Família. (Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde retomou, na quarta-feira (25), a imunização contra a Influenza na cidade. Nesta etapa, estão sendo vacinados idosos, seus cuidadores e trabalhadores da saúde, estes recebem a dose em seus locais de trabalho.
Desta vez, a vacinação está sendo executada pelos profissionais da área até 15 de abril, somente com aplicação da vacina em domicílio, seguindo a lista de assistidos pelas Estratégias de Saúde da Família, com o objetivo de evitar aglomeração e deslocamento dos idosos.


A medida é necessária para evitar aglomeração e deslocamento dos idosos. Para que a população reconheça os funcionários da saúde, eles estão devidamente uniformizados e utilizando veículos oficiais da Prefeitura.
“Nesta semana, recebemos mais 4 mil doses da vacina, sendo que o Governo do Estado de São Paulo as está enviando de forma fracionada porque a vacinação foi antecipada em quase um mês. Por isso, a distribuição está ocorrendo assim, por semana”, explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Thaís Teixeira, mencionando que apenas na segunda-feira (23), primeiro dia da campanha, foram aplicadas 4 mil doses.
Segundo Teixeira, foram montadas 16 unidades móveis, sendo uma para cada Unidade de Saúde, com equipe própria. Apenas as unidades dos distritos, trabalham com seus próprios agentes, por serem menores.
“As pessoas que não souberem se estão cadastradas ou não, devem ligar na Unidade de Saúde do seu bairro, deixando nome completo, telefone e endereço que, serão vacinados. Não fiquem preocupados, pois todos, sem exceção, serão vacinados, mas, peço novamente paciência, porque a ida de casa em casa, levará mais tempo”, enfatiza a coordenadora.
Na segunda-feira (23), os profissionais de saúde aplicaram as vacinas em sistema de drive thru, em frente a escolas onde estavam sendo disponibilizadas.
“Os pacientes foram vacinados dentro dos carros, evitando aglomerações. Os que não tinham veículo, foram imunizados em ambientes abertos, como pátios e quadras das escolas, com o mínimo de contato possível, mantendo a segurança dos pacientes e funcionários da Saúde. A vacinação contra a gripe não protege contra o Covid-19, mas o objetivo é evitar o aumento de doenças respiratórias e sobrecarga do sistema de saúde”, afirma a secretária de Saúde, Sônia Junqueira.

Demais vacinas
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, para evitar a proliferação do novo coronavírus no município, devido à aglomeração de pessoas e seguindo as orientações do Ministério da Saúde, as vacinas de rotina disponibilizadas nas Estratégias de Saúde da Família, destinadas às crianças, estão suspensas até 15 de abril. Após esta data, as vacinas serão aplicadas normalmente.

Públicos prioritários bebedourenses para vacinação:

Crianças 6 meses a < 2 anos: 1.368
Crianças a 4 anos: 2.610
Crianças a 5 anos: 900
Trabalhadores da Saúde: 2.677
Gestantes: 684
Puérperas: 112
Adultos 55 a 59 anos: 3.907
Idosos 60 e mais anos: 10.490
Comorbidades: 5.374
Professores: 1.513
Total: 29.635