Melhor jogador de 2013

0
275

Esse ano não tem para ninguém. Nem o argentino Messi, nem o sueco Ibrahimovich, nem o holandês Robben e nem o francês Ribery serão capazes de tirar o título de melhor jogador do mundo do português Cristiano Ronaldo, também conhecido por CR7 em alusão às iniciais de seu nome e ao número que ostenta em sua camisa no Real Madrid.
Cristiano Ronaldo só não tem feito chover nesta temporada. De resto, o craque luso é, disparado, o melhor jogador da temporada, fazendo gols incríveis tanto no Real Madrid quanto em sua seleção, a qual, inclusive, deve-lhe sua classificação para a Copa do Mundo em 2014, no Brasil. Jogando a repescagem contra a Suécia, para decidir qual das duas seleções iriam para a Copa do Mundo, CR7 foi o responsável pelos quatro gols marcados por Portugal nas duas partidas, sendo 1×0 jogando em sua terra natal e depois 3×2 na sede sueca.
Cristiano Ronaldo começou a sua carreira nas categorias de base do Clube de Futebol Andorinha de Santo Antônio. Em 1995, foi para o Clube Desportivo Nacional e o seu sucesso com a equipe levou-o a assinar com o Sporting Clube de Portugal por duas temporadas. O talento precoce de Ronaldo chamou a atenção de Sir Alex Ferguson, então treinador do Manchester United, e em 2003, quando tinha apenas dezoito anos de idade, CR7 assinou um contrato com o clube inglês, que pagou cerca de 12,24 milhões de libras esterlinas (15 milhões de euros) ao Sporting Clube de Portugal para ter o craque em sua equipe.
Já na temporada seguinte, em 2004, Ronaldo ganhou o seu primeiro título com o Manchester United, a Taça da Inglaterra, e chegou à final do Campeonato Europeu de Futebol de 2004 com Portugal (Eurocopa), na qual marcou o seu primeiro gol internacional, mas não evitou a surpreendente derrota frente à Grécia. Naquela oportunidade, Cristiano Ronaldo foi incluído na equipe ideal da competição. Em 2008 conquistou seu primeiro, e único, troféu de melhor do mundo pela FIFA, perdendo para Lionel Messi nas outras temporadas.
Em 2009, após uma transação milionária, CR7 passou a vestir a camisa do clube espanhol Real Madrid, um dos maiores e mais ricos do mundo. Suas marcas no clube madrilenho são impressionantes, e até 1º de setembro de 2013, o craque havia marcado incríveis 226 gols em 217 partidas.
Apesar de ser uma pessoa muito vaidosa e tida por muito como um sujeito arrogante, não há como não se render ao seu futebol. Completo, CR7 é um velocista nato, chuta tão bem com a esquerda quanto com a direita, e é um exímio cabeceador, aproveitando-se de sua excelente impulsão e igual preparo físico.
Esse ano os adversários não serão páreos, e o prêmio de melhor do mundo da FIFA, concedido em dezembro, seguramente irá para Cristiano Ronaldo.

Publicado na edição nº 9627, dos dias 26 e 27 de novembro de 2013.