Nostalgia boa

0
125

‘Mulheres Apaixonadas’, trama de Manoel Carlos exibida originalmente em 2003 pela Rede Globo e já reprisada em 2008, voltou para a telinha do Viva, na segunda-feira (24). Esse retorno é em comemoração aos 10 anos do canal que é líder em audiência na televisão paga e a escolha não poderia ter sido melhor. Rever os personagens criados por Maneco é sempre contagiante. Essa novela em especial traz temas bem doloridos e importantes e, apesar dos 17 anos da exibição original, ainda continuam atuais. É uma nostalgia maravilhosa.

Nostalgia boa 2
Além das temáticas abordadas, observar o texto de Manoel Carlos é importante. A sensação é de que há tempos não vemos uma novela como essa no ar. E isso é verdade. Nesta primeira semana no ar, é impressionante como as cenas são longas, como os diálogos são simples e mesmo assim não deixam a desejar. Maneco constrói conversas entre seus personagens como se fôssemos nós, no dia a dia, simplesmente vivendo. Uma única cena mostra todos os detalhes, o personagem está em casa, e ao sair, não há o corte diretamente para o local de destino, mas sim o passo a passo. O personagem sai de casa, passa pelo hall do prédio, encontra o vizinho na calçada, chama o táxi, cumprimenta um conhecido e chega ao seu destino. É fascinante observar.

Nostalgia boa 3
Toda essa nostalgia que ‘Mulheres Apaixonadas’ traz não deixou tempo para o luto de ‘O Clone’ que vai deixar saudade, mas está sendo substituída por uma obra à altura. Prova disso é o Twitter que entrou em fervura durante a exibição do primeiro capítulo. Além do mais, a trama nos dá oportunidade, assim como em qualquer novela antiga, de rever atuações de estrelas que já se foram e até mesmo atores e atrizes que estão longe das novelas há tempos.

Nostalgia boa 4
Por falar em nostalgia, a atriz Ana Paula Arósio bagunçou as redes sociais e a memória do público que a conhecia na época em que ela ainda fazia novelas e séries. Arósio surgiu num comercial do banco Santander e mostrou que se tem uma coisa que esses dez anos fez a ela, foi conservar sua beleza e talento. Ana parece que nunca esteve afastada da TV e, ao mesmo tempo, provocou nostalgia em quem a viu e teve muitos pedidos para que ela aproveitasse essa deixa e voltasse a atuar.

Nostalgia boa 5
A Globo começou a divulgar as chamadas da reapresentação de ‘Laços de Família’ no Vale a Pena Ver de Novo de um jeito diferente. São exibidos trechos de cenas marcantes como Carolina Dieckamnn raspando a cabeça por conta da leucemia, ou uma das armações de Íris, personagem de Deborah Secco quando ela rasga o vestido de noiva de Camila, papel de Dieckamnn. E, após esse pequeno spoiler, o anúncio de que em setembro, um clássico está de volta. Uma boa sacada da Globo de divulgar a reprise com cenas que marcaram o telespectador. Vem Manoel Carlos de novo e claro, vale sempre a pena assistir.

 

Publicado na edição nº 10514, de 29 de agosto a 1º de setembro de 2020.