Os políticos de Bebedouro já pensam em 2014

1
235

Três nomes já estão cogitados para candidatura a deputado estadual e o final desta história todo mundo conhece decor e salteado.

O ano de 2013 nem começou, mas já tem político com a cabeça lá em 2014, quando teremos eleições estaduais e federais. O comentário é que o prefeito João Batista Bianchini (PTB), o Italiano vai encarar a disputa por vaga na Assembleia Legislativa. É esta a mesma ideia do candidato a vice-prefeito Carlos Orpham (PT), que foi companheiro de chapa de Hélio Bastos (PDT). E o segundo colocado na briga pela majoritária, o atual vice-prefeito Gustavo Spido (PV) também acalentaria este sonho.
Enquanto a maioria de nós, mortais comuns, não sabe o que será de nossas vidas em 2013, os políticos provam novamente viver em outro mundo, quando pensam já em saltar 12 meses.
É claro que a ladainha será de que Bebedouro precisa de um representante na Assembleia e que perdeu muito desde que o saudoso deputado estadual Pedro Paschoal deixou o mandato.
Com todo o respeito que merecem Italiano, Spido e Orpham, nenhum deles tem 10% do histórico de Pedro Paschoal que fez a carreira politica alicerçada em mandatos de prefeito e atendimento à população como médico popular. Os três só frequentam os bairros em solenidades ou em época de eleição.
E nem de longe os três pré-candidatos têm liderança regional para conseguir votos fora da cidade. Podem dizer que vão conseguir isto nos próximos meses, mas fica difícil acreditar que vão obter sucesso. E só com os votos de Bebedouro nunca se elegerão.
Não precisa ser vidente para prever que os três pré-candidatos vão conseguir apenas mais votos em Bebedouro para eleger os fortes candidatos de seus partidos, que têm domicílio eleitoral na capital.
Tudo mudaria se os três tivessem o bom senso de entrar em acordo para lançar uma só candidatura, forte. Mas isto é querer demais. É desejar que neve no inferno.

(Colaboração de Marco Antônio dos Santos, jornalista).

 

Publicado na edição n° 9471, dos dias 6 e 7 de novembro de 2012.